BRASÍLIA

CULTURA E EVENTOS

FISEC – RIO 2019

Publicados

CULTURA E EVENTOS

O Jornal Capital em Foco teve a oportunidade de fazer a cobertura completa do FISEC – RIO 2019. FISEC é o maior evento de Secretariado Executivo do Brasil, que oferece conteúdos de alta qualidade, palestrantes nacionais e internacionais, e um espaço criativo idealizado para networking. O tema abordado este ano foi FOCO – FLOW – FELICIDADE. O evento reuniu 12 palestrantes, 45 expositores e mais de 300 profissionais de Secretariado do Brasil e de Angola. A cada ano o FISEC se supera em conteúdos, integração e muito networking. Este ano o evento ocorreu no Vogue Square Fashion Hotel by Lenny Niemeyer, hotel lindo, luxuoso, e com estilo moderno na Barra da Tijuca. A palestra de abertura foi com a maravilhosa Astrid Rizzi, pioneira na área de consultoria secretarial desde 1974, contou um pouco sobre sua trajetória profissional. Um exemplo de empreendedorismo e inovação na carreira do secretariado. Lucy Brazier, CEO e Editora Chefe da Revista Executive Secretary Magazine com o tema: “O Assistente Executivo Moderno como Parceiro Estratégico de Negócios” – a transição de carreira que passa por uma evolução industrial 4.0 muito falado no momento, e que a profissão do Secretariado pode acabar, mas que nas pesquisas realizadas no mundo mostra que a carreira do profissional de secretariado executivo está se transformando, então não precisamos nos preocupar, porém, se aperfeiçoar na evolução pessoal para continuar no mercado de trabalho. Abordou sobre o presente e o futuro da carreira do Secretariado com uma visão mundial. Logo após um sensacional TALK SHOW SECRETARIADO GLOBAL – com as profissionais de Secretariado Executivo de Alta Performance, Priscila Uzun, – Assistente Executiva da CEO P&G; Janaina Guedes – Assistente Executiva do Presidente GSK Consumo; Dela Plata – Assistente Executiva do Diretor da Sanofi Medley trazendo suas experiências e compartilhando com a plateia seus conhecimentos. A convidada especial para mediar à roda de conversa, Lucy Brazier – compartilhou suas experiências e desafios que o profissional de secretariado vivencia no seu cotidiano. Totalmente satisfeita e feliz com o evento de qualidade em conteúdos, tivemos mais um TED TALK PROTAGONISMO FEMININO com Eliana Tameirão, Fundadora do ICCB, VP da Rede de Mulheres Brasileiras Líderes pela Sustentabilidade, Co Fundadora Grupo Mulheres do Brasil – explanou sobre o empoderamento feminino no mercado de trabalho, e da importância do Secretariado Executivo nas organizações. Frase marcante dela “Inspirar, motivar e engajar as mulheres a serem protagonistas da própria mudança e evolução profissional”. Após o almoço fomos agraciados com uma VIVÊNCIA DE MINDFULNESS – ATENÇÃO PLENA, relatada por Fabiana Garcia e Fernanda Miguez – Fundadora e Diretora da Parceria Humana, e a palestra “Arte e Ciência da Felicidade” de Henrique Bueno, CEO e fundador da Academia da Felicidade e do Wholebeing Institute Brasil. Relatou que a felicidade é uma atitude de viver o presente intensamente, e olhar o mundo com amor. Abordou sobre o sentimento de gratidão que pode mudar o seu futuro com pequenas mudanças de hábitos. Palestras incríveis!!! Na sequencia tivemos o PAINEL LIDERANÇAS INOVADORAS – Foco – Flow – Felicidade com Sonia Bento – Business Partne da Human Capital Director United Health Group; Barbara Castro, Diretora Executiva da Agência Atalho e Idealizadora do Movimento Mulheres Bárbaras; Henrique Bueno, Fundador Academia da Felicidade e como moderador, o espetacular Moacir Rauber – Palestrante, Coach e Escritor.
Exemplos de profissionais como assistentes em multinacionais. Para finalizar, a Palestra Magna “EMPREENDENDO FELICIDADE” com PEDRO SALOMÃO – Fundador & CEO da Radio Ibiza Sensorial, Autor e Palestrante. Mostrou a todos um olhar profundo sobre essência da felicidade do século XXI. Hoje as pessoas não procuram a felicidade, elas vivem a felicidade intensamente. Os empreendedores que não deixam os seus funcionários felizes e motivados, os perdem para outras empresas. A cultura hoje não aceita levar desaforo para casa. O que é isso? Não temos paciência com o próximo e não amamos as pessoas na sua essência. Só queremos ficar perto de pessoas que são do mesmo ciclo social. Temos medo da diversidade. Quando fazem ou dizem algo que não concordamos, simplesmente bloqueamos, e excluímos do nosso ciclo. Perdemos o bom senso de que consertar as coisas, e aceitar a diversidade das culturas e gerações. Não temos a sabedoria de conversar, e principalmente de escutar o outro. Frase que me tocou muito foi do Pedro Salomão “Não existe sucesso profissional que justifique o fracasso familiar.” Sensacional! E para fechar com chave de ouro, o encerramento foi com uma grande festa de networking, empatia e oportunidade de fazer novos negócios no luxuoso Grand Hotel Hyatt da Barra da Tijuca. FISEC é o evento perfeito para renovar a carreira do profissional de Secretariado. Por Camila Tertuliano 10 de agosto de 2019.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  FOCO NA CULTURA - Reabertura da Biblioteca Braille Dorina Nowill
Propaganda

CULTURA E EVENTOS

FOCO NOS EVENTOS – Descaminho – do ponto de vista do equilíbrio

Publicados

em


Descaminho – do ponto de vista do equilíbrio

Sobre a peça de circo-teatro

Descaminho – do ponto de vista do equilíbrio” é o novo espetáculo da Trupe de Argonautas com a participação de uma diretora convidada, a palhaça, atriz e dramaturga premiada Ana Flávia Garcia, que assina direção e dramaturgia da peça.

Descaminho surge originalmente de uma investigação da Trupe sobre o universo dos arcanos maiores do tarô e seus desdobramentos estéticos. A pesquisa foi se ramificando e multiplicando até chegar no conceito Descaminho, com o sufixo DES dando a tônica dessa dramaturgia e encenação. As vulnerabilidades, as paixões e os corpos pós pandêmicos dos atores se tornou matéria prima desta criação. Desenvolvida no Espaço Pé Direito, casa da Trupe que é também um corpo do espetáculo, a criação traz um ambiente onírico onde confissões, imaginários, saturação, riso e cansaço se manifestam como princípios. As habilidades circenses da Trupe, reconhecidas de tantos outros trabalhos importantes na cena circense da cidade, passam a incluir equilíbrios cotidianos, manipulação de objetos, de estados e de pessoas num espetáculo provocativo de atmosfera magnética e irreverente.

“Durante o processo em busca de tudo que fosse DES, o sem, o fora, trabalhamos com a presença do inusitado no material de cada intérprete. Utilizamos como parte fundante das matérias do trabalho o texto “O desequilíbrio como fundamento” de Dara Audazi, que dá origem ao título, além de questões pauta de cada um dos intérpretes”. Com trilha sonora de Diogo Cerrado, os artistas Súlian Princivalli, Dara Audazi, Pedro Martins, Nickolas Campos e Matheus Metal estarão celebrando o retorno da Trupe de Argonautas aos palcos presenciais, com um espetáculo repleto de delícias e delírios a compartilhar com o público.” Ana Flávia Garcia

Leia Também:  Welcome Drink organizado pela Febracis no espaco GPS Iguatemi.

 

Serviço:

 

Que espetáculo?

Descaminho – do ponto de vista do equilíbrio

 

Quando?

Dias 13 a 22 /05 sempre às sextas, sábados e domingos

 

Hora?

20h

 

Quanto?

Entrada Franca

 

Onde?

Espaço PÉ DiReitO, Vila Telebrasília, rua 01, casa 23. A Vila fica ao final da L4 sul, perto da Faculdade Unieuro

 

Quem?

 

Concepção do projeto: Trupe de Argonautas

Direção, dramaturgia, ensaiadora e coreógrafa: Ana Flávia Garcia

Diretor onírico e iluminador: Pedro Martins

Elenco: Dara Audazi, Pedro Martins e Súlian Princivalli

Elenco convidado: Nickolas Campos e Matheus Metal

Elenco de apoio: Adriano Roza, Thiago Enoque e Ana Flávia Garcia

Sonoplastia: Trilha sonora e operação de som: Diogo Cerrado

Cenografia, figurino e maquiagem: Súlian Princivalli

Gestão administrativa: Márcia Gomes e Hugo Gomes da Incentivem

Fotos: Cassia Óliver, Súlian Princivalli e Dara Audazi

Edição de vídeos, assessoria de imprensa e divulgação: Súlian Princivalli

Arte designer: Vivian Corrêa

Arte Educadores: Adriano Roza e Thiago Enoque

Consultoria artística: Cyntia Carla

 

 

Classificação indicativa: maiores de 18 anos.

Obs: Será obrigatório o uso de máscara como forma de proteção a COVID

nformações sobre o grupo:

Trupe de Argonautas é um coletivo apaixonado pela junção de várias linguagens artísticas: a fotografia, o figurino, a maquiagem, a pintura, mas principalmente a arte do corpo como o teatro, o circo e a dança. A mágica deste encontro singular entre estas diversas artes encanta o público que acompanha a história do grupo desde 2005.

Em função de todos estes amores, o próprio grupo costuma se dividir tanto nas tarefas da atuação, quanto nas funções técnicas de cenografia, figurino, maquiagem, fotografia, produção, entre outras.

A Trupe de Argonautas acredita na função da arte para além do entretenimento, mas como meio de sensibilização dos indivíduos. Desejamos oferecer uma arte que leve a plateia à se identificar, refletir, educar, sensibilizar, se inspirar e ter prazer. A arte nos move enquanto seres humanos que se dedicam a colorir um pouquinho mais o mundo.

Leia Também:  Brasília recebe 8ª edição do Festival do Japão Brasília

Somos um coletivo brasiliense fundado em 2005 que reúne atores, dançarinos e circenses que exploram a fusão de linguagens artísticas com interesse de trabalhar novas formas de (re)desenvolver sua própria estética, afirmando sua singularidade. Isto faz com que o trabalho afete os mais diversificados públicos através de espetáculos, performances, oficinas, exposições fotográficas, publicações, apostilas circenses, e ações multidisciplinares que desenvolvem e pluralizam o universo circense teatral, promovendo a formação de público.

Nos espetáculos criados pelo grupo, os números circenses; as composições musicais próprias; a dança em suas várias vertentes, são pesquisados e rearticulados a serviço da narrativa, buscando a sua mescla e contextualização a favor da encenação.

O grupo conta em seu repertório com 13 espetáculos até o presente momento: Colcha de Retalhos (2005), De Paetês (2007), O Baile (2008), Zumm… (2010), Avenca (2011), As Senhoritas (2013), UHOMEMNU (2014), Zombie Party (2015), Paradoxo Zumbi (2016) e Quimera’s Bar (2018), Noite de Quimera’s Love (2019), Noite de Quimeras – O Circo da Mulher Barbada e agora Descaminho – do ponto de vista do equilíbrio.

Atualmente o grupo é composto por Dara Audazi, Cyntia Carla, Lívia Bennet, Pedro Martins e Súlian Princivalli, todos artistas profissionais comprometidos com a multi-linguagem cênica e com a fusão do circo, da dança, do teatro e da música. Conforme suas especialidades, os integrantes da Trupe também se dividem ministrando aulas de circo, teatro, maquiagem cênica e dança contemporânea.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FOCO NAS NOTÍCIAS

FOCO ATUALIDADES

FOCO CIDADES

EMPREENDEDORISMO

CULTURA E EVENTOS

SAÚDE E BEM ESTAR

MAIS LIDAS DA SEMANA