BRASÍLIA

CULTURA E EVENTOS

Foco na literatura com Gustavo Dourado! Tributo a Nelson Sargento

Publicados

CULTURA E EVENTOS

Foto: Heloísa Lipan. Gustavo Dourado Nelson Sargento se foi Lenda-samba feneceu Aos noventa e seis anos O fato assim sucedeu A Mangueira está em pranto Do morro o clamor desceu Foi-se o sambista no Rio Sem carnaval sem balão Foi encontrar Pixinguinha Cavaquinho e Jamelão Foi rever Mestre Cartola Xangô com seu violão “Nelson Sargento com vida” Monarco, Diogo Nogueira Sandra de Sá e Alcione Lá na Estação Primeira Onde o samba faz a curva Pulsa o ritmo da Mangueira Foi o Zumbi dos Palmares A desfilar na Avenida Artista plástico e pintor Soube ser ator na vida “Prisioneiro do mundo” Obra boa pra ser lida “Agoniza mas não morre” É “sinfonia imortal” E “De Boteco em Boteco” Na Avenida o Carnaval “Apologia ao mestre” Nosso samba é sem igual Nelson Sargento Brasil O samba em boa cadência Germinou amor e paz Na raiz da consciência Sentimento que brotou Floresceu experiência Centenas de criações Foi memória e baluarte Na passarela do samba “Samba do Operário” e arte Um “Cântico à Natureza” Nelson fez a sua parte Nelson embalou o samba Fez sua arte com esmero Em “Idioma Esquisito” E com “Falso amor sincero” No samba foi cardeal Um poeta do alto clero Curtia contar histórias A sua vida era sambar Sonhou, sambou e viveu Batuque a vida levar Bamba, mestre e folião No morro, avenida e mar

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  FOCO NOS EVENTOS - Feira das Flores DF
Propaganda

CULTURA E EVENTOS

FOCO NO EVENTO – Cassia Rejane – Muito Mais que Eller

Publicados

em

Por Karla Lopes

Cassia Eller, cantora, compositora e instrumentista, que faleceu em dezembro de 2001, e que é ícone do rock brasileiro terá sua vida cantada pela Trupe Lendas e Canções no espetáculo “Cássia Rejane – Muito Mais que Eller”.

Dirigido por Eliéser Lucena, o show é uma contação de histórias e relatos vividos com os irmãos, familiares e amigos, trazendo a versão humana de uma mulher que quebrou várias barreiras.

Cássia, nasceu no Rio de Janeiro e foi uma representação feminina em um mundo extremamente masculino do rock, trazendo potência e ganhando além de prêmios, fã devotos, até hoje, 21 anos depois de sua morte.

O show acontecerá no sábado, 01 de outubro, no SESC de Taguatinga Norte – Teatro Paulo Autran.

Fonte: @matrizcultural
Imagem: @matrizcultural

 

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Foco especial! São Paulo – 467 anos
Continue lendo

FOCO NAS NOTÍCIAS

FOCO ATUALIDADES

FOCO CIDADES

EMPREENDEDORISMO

CULTURA E EVENTOS

SAÚDE E BEM ESTAR

MAIS LIDAS DA SEMANA