BRASÍLIA

CULTURA E EVENTOS

Foco nas cidades! Circuito Brasiliense de Vôlei de Praia acontece no Parque da Cidade

Publicados

CULTURA E EVENTOS

Postado por Silvana Scórsin A primeira etapa do Circuito Brasiliense NCT /FVDF de Vôlei de Praia, que embarca pelo segundo ano consecutivo na campanha Outubro Rosa, alcançou neste ano o recorde de inscrições de duplas femininas. De 30 de outubro a 1º de novembro, o evento acontece sem participação de público nas quadras de areia próximas ao estacionamento 13 do Parque da Cidade Dona Sarah Kubitscheck, com a participação de 90 esportistas (21 duplas masculinas e 24 femininas) e apoio da Secretaria de Esporte e Lazer. A próxima etapa está prevista para ocorrer em dezembro. A programação nas quatro quadras se divide entre jogos classificatórios (primeiro dia), chaves principais (segundo dia) e finais (terceiro dia). E mesmo o clima nublado não foi impedimento para os atletas entrarem no jogo com todo o gás. Os organizadores utilizaram como base os protocolos de segurança da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). “A gente usou esses padrões e adaptamos para a nossa realidade. É nossa primeira competição após esse período de pandemia”, completou o presidente do NCT Vôlei de Praia, Leo Santos. A organização feita em parceria com a Federação de Voleibol do Distrito Federal inclui, entre as medidas, a obrigatoriedade do uso recorrente de álcool em gel e máscara (com exceção dos atletas que estiverem nas partidas), medidor de temperatura e preenchimento de questionário de saúde. “Brasília é um celeiro de formação de atletas, então, consideramos muito importante que eventos como esse de vôlei de praia sejam retomados para que os atletas possam alcançar novamente altos índices de competividade”, avalia a secretária Celina Leão, presente na abertura do torneio. Manter o ritmo de jogo é a prioridade da dupla Ângela e Teresa, que treinou bastante na última semana. No próximo mês, elas retornarão para Saquarema, no Rio de Janeiro, para a terceira etapa Circuito de Vôlei de Praia 2020/2021, e o torneio do Parque da Cidade vai servir para manter o nível de competição e aprimorar fundamentos. “E para Brasília é muito importante voltar com as competições para os nossos esportistas se manterem motivados e continuarem treinando”, reforça Ângela Lavalle, que também destacou a importância dos exames de rotina na luta contra o câncer de mama. E em um desses exames de rotina que a esportista de vôlei de praia Fabíola Constâncio descobriu o câncer de mama, que recentemente conseguiu superar sua etapa mais complicada. Neste mês, ela participou de uma live com a secretária para contar mais sobre sua experiência. Ela foi convidada para ser a madrinha do Circuito. “Sensacional usar o esporte como um canal para chamar a atenção para essa causa social de conscientização. É muito válido falarmos sobre e conscientizar as pessoas, mostrar que é algo que não está tão distante assim, mesmo de atletas”. Fonte: Texto e foto: ASCOM Secretaria de Esporte e Lazer DF

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  FOCO NOS EVENTOS-Campus Party Digital 2021 anuncia edição em Brasília
Propaganda

CULTURA E EVENTOS

FOCO NOS EVENTOS – Descaminho – do ponto de vista do equilíbrio

Publicados

em


Descaminho – do ponto de vista do equilíbrio

Sobre a peça de circo-teatro

Descaminho – do ponto de vista do equilíbrio” é o novo espetáculo da Trupe de Argonautas com a participação de uma diretora convidada, a palhaça, atriz e dramaturga premiada Ana Flávia Garcia, que assina direção e dramaturgia da peça.

Descaminho surge originalmente de uma investigação da Trupe sobre o universo dos arcanos maiores do tarô e seus desdobramentos estéticos. A pesquisa foi se ramificando e multiplicando até chegar no conceito Descaminho, com o sufixo DES dando a tônica dessa dramaturgia e encenação. As vulnerabilidades, as paixões e os corpos pós pandêmicos dos atores se tornou matéria prima desta criação. Desenvolvida no Espaço Pé Direito, casa da Trupe que é também um corpo do espetáculo, a criação traz um ambiente onírico onde confissões, imaginários, saturação, riso e cansaço se manifestam como princípios. As habilidades circenses da Trupe, reconhecidas de tantos outros trabalhos importantes na cena circense da cidade, passam a incluir equilíbrios cotidianos, manipulação de objetos, de estados e de pessoas num espetáculo provocativo de atmosfera magnética e irreverente.

“Durante o processo em busca de tudo que fosse DES, o sem, o fora, trabalhamos com a presença do inusitado no material de cada intérprete. Utilizamos como parte fundante das matérias do trabalho o texto “O desequilíbrio como fundamento” de Dara Audazi, que dá origem ao título, além de questões pauta de cada um dos intérpretes”. Com trilha sonora de Diogo Cerrado, os artistas Súlian Princivalli, Dara Audazi, Pedro Martins, Nickolas Campos e Matheus Metal estarão celebrando o retorno da Trupe de Argonautas aos palcos presenciais, com um espetáculo repleto de delícias e delírios a compartilhar com o público.” Ana Flávia Garcia

Leia Também:  Foco especial! O ano novo e suas tradições!

 

Serviço:

 

Que espetáculo?

Descaminho – do ponto de vista do equilíbrio

 

Quando?

Dias 13 a 22 /05 sempre às sextas, sábados e domingos

 

Hora?

20h

 

Quanto?

Entrada Franca

 

Onde?

Espaço PÉ DiReitO, Vila Telebrasília, rua 01, casa 23. A Vila fica ao final da L4 sul, perto da Faculdade Unieuro

 

Quem?

 

Concepção do projeto: Trupe de Argonautas

Direção, dramaturgia, ensaiadora e coreógrafa: Ana Flávia Garcia

Diretor onírico e iluminador: Pedro Martins

Elenco: Dara Audazi, Pedro Martins e Súlian Princivalli

Elenco convidado: Nickolas Campos e Matheus Metal

Elenco de apoio: Adriano Roza, Thiago Enoque e Ana Flávia Garcia

Sonoplastia: Trilha sonora e operação de som: Diogo Cerrado

Cenografia, figurino e maquiagem: Súlian Princivalli

Gestão administrativa: Márcia Gomes e Hugo Gomes da Incentivem

Fotos: Cassia Óliver, Súlian Princivalli e Dara Audazi

Edição de vídeos, assessoria de imprensa e divulgação: Súlian Princivalli

Arte designer: Vivian Corrêa

Arte Educadores: Adriano Roza e Thiago Enoque

Consultoria artística: Cyntia Carla

 

 

Classificação indicativa: maiores de 18 anos.

Obs: Será obrigatório o uso de máscara como forma de proteção a COVID

nformações sobre o grupo:

Trupe de Argonautas é um coletivo apaixonado pela junção de várias linguagens artísticas: a fotografia, o figurino, a maquiagem, a pintura, mas principalmente a arte do corpo como o teatro, o circo e a dança. A mágica deste encontro singular entre estas diversas artes encanta o público que acompanha a história do grupo desde 2005.

Em função de todos estes amores, o próprio grupo costuma se dividir tanto nas tarefas da atuação, quanto nas funções técnicas de cenografia, figurino, maquiagem, fotografia, produção, entre outras.

A Trupe de Argonautas acredita na função da arte para além do entretenimento, mas como meio de sensibilização dos indivíduos. Desejamos oferecer uma arte que leve a plateia à se identificar, refletir, educar, sensibilizar, se inspirar e ter prazer. A arte nos move enquanto seres humanos que se dedicam a colorir um pouquinho mais o mundo.

Leia Também:  Foco na literatura com Gustavo Dourado! Tributo à Mulher

Somos um coletivo brasiliense fundado em 2005 que reúne atores, dançarinos e circenses que exploram a fusão de linguagens artísticas com interesse de trabalhar novas formas de (re)desenvolver sua própria estética, afirmando sua singularidade. Isto faz com que o trabalho afete os mais diversificados públicos através de espetáculos, performances, oficinas, exposições fotográficas, publicações, apostilas circenses, e ações multidisciplinares que desenvolvem e pluralizam o universo circense teatral, promovendo a formação de público.

Nos espetáculos criados pelo grupo, os números circenses; as composições musicais próprias; a dança em suas várias vertentes, são pesquisados e rearticulados a serviço da narrativa, buscando a sua mescla e contextualização a favor da encenação.

O grupo conta em seu repertório com 13 espetáculos até o presente momento: Colcha de Retalhos (2005), De Paetês (2007), O Baile (2008), Zumm… (2010), Avenca (2011), As Senhoritas (2013), UHOMEMNU (2014), Zombie Party (2015), Paradoxo Zumbi (2016) e Quimera’s Bar (2018), Noite de Quimera’s Love (2019), Noite de Quimeras – O Circo da Mulher Barbada e agora Descaminho – do ponto de vista do equilíbrio.

Atualmente o grupo é composto por Dara Audazi, Cyntia Carla, Lívia Bennet, Pedro Martins e Súlian Princivalli, todos artistas profissionais comprometidos com a multi-linguagem cênica e com a fusão do circo, da dança, do teatro e da música. Conforme suas especialidades, os integrantes da Trupe também se dividem ministrando aulas de circo, teatro, maquiagem cênica e dança contemporânea.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FOCO NAS NOTÍCIAS

FOCO ATUALIDADES

FOCO CIDADES

EMPREENDEDORISMO

CULTURA E EVENTOS

SAÚDE E BEM ESTAR

MAIS LIDAS DA SEMANA