BRASÍLIA

FOCO NA EDUCAÇÃO

Foco na Educação! Aulas presenciais em 2021 ainda são incertas na maioria das escolas municipais

Publicados

FOCO NA EDUCAÇÃO

Postado por Silvana Scórsin Somente 33,9% das redes de ensino têm protocolos definidos, diz pesquisa Boa parte das escolas públicas municipais já iniciou ou deverá iniciar o ano letivo de 2021 de forma remota ou híbrida, embora a dificuldade para ter acesso à internet e a falta de infraestrutura escolar sejam considerados os maiores desafios para o segundo modelo de ensino, que mescla o ensino com virtual. A União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), apoio do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e do Itaú Social, divulgou uma pesquisa nesta quarta-feira (10), em que aponta dados mais recentes sobre a educação no contexto pandêmico. Em fevereiro, por exemplo, a pesquisa mostra que a maioria (59,6%) ainda estava discutindo as medidas que serão adotadas e 6,5% não tinham iniciado esse processo. Conforme a pesquisa, 33,9% das redes de ensino definiram os protocolos de segurança sanitária que irão seguir. Já os protocolos pedagógicos para a volta às aulas presenciais estão sendo discutidos por 70,4% das redes. Para Marcelo Ferreira da Costa, vice-presidente da Undime, apesar das realidades locais distintas, é preciso um esforço conjunto (federal, estadual e municipal) para que as crianças e os adolescentes tenham acesso à educação. Ele reforça, ainda, a importância da imunização dos docentes. “Se achamos que é tão importante que a escola volte e se damos a importância que dizemos, tínhamos que investir no processo de vacinação. É preciso trazer os professores mais para frente, senão não conseguiremos garantir a segurança para conseguirmos voltar”, defende Marcelo Costa. O acesso à internet aparece como grau de dificuldade de médio a alto para 78,6% das redes que responderam à pesquisa. Quase a totalidade dos municípios (95,3%) declarou que as atividades não presenciais de 2020 foram concentradas em materiais impressos e orientações por WhatsApp. No ano passado, 43% das redes municipais apontavam os materiais impressos como parte da estratégia. O estudo ouviu 3.672 dos 5.570 municípios brasileiros. Neles, as aulas estão sendo retomadas, na maior parte dos casos, até este mês. Segundo a pesquisa, as redes municipais concentram a maior parte das matrículas das creches, pré-escolas e ensino fundamental públicos. *Com informações da Agência Brasil Fonte: Agência Educa Mais Brasil

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  FOCO NA EDUCAÇÃO-Projeto abre inscrições para cursos gratuitos com foco na terceira idade
Propaganda

FOCO NA EDUCAÇÃO

FOCO NA EDUCAÇÃO – Enem 2022: opção da versão impressa ou digital da prova deve ser feita na inscrição

No ato da inscrição, o estudante precisa sinalizar a opção desejada

Publicados

em

Com a aproximação do fim do prazo das inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que podem ser feitas até 27 de maio, muitos estudantes ainda têm dúvidas sobre a diferença das versões impressa e digital do exame. Tal preferência deve ser sinalizada no momento da inscrição e após o preenchimento do formulário não é permitido trocar de opção.  Pela primeira vez, os participantes não isentos poderão efetuar o pagamento da taxa de inscrição de R$85 – o mesmo do ano passado – por meio de cartão de crédito e Pix, até o dia 27 de maio.

As duas versões da prova, a impressa e digital, serão aplicadas nos mesmos dias, em 13 e 20 de novembro. Elas contam com questões iguais, mesmo tema de redação e tempo de realização. A versão impressa pode ser feita por qualquer pessoa, inclusive os alunos chamados ‘treineiros’, ou seja, aqueles que não vão concluir o Ensino Médio este ano ou que ainda não estão cursando essa etapa.

Já a participação na versão digital é exclusiva para quem já concluiu o Ensino Médio ou que está concluindo essa etapa neste ano. O atendimento especializado é o mesmo nas duas versões do Enem 2022. As provas do Enem digital 2022 serão aplicadas em locais definidos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), sob as mesmas condições de segurança e sigilo.

Leia Também:  Foco estudos! Estudantes são selecionados pelo Instituto Global Attitude para projeto de monitores

A redação será realizada em formato impresso, nos mesmos moldes de aplicação e correção da versão tradicional do exame. A previsão é que, até 2026, o Enem será aplicado integralmente digital. Ou seja, a versão impressa será extinta.

A estudante Laiane Fonseca, 18 anos, já se inscreveu e optou pela versão impressa da prova. Para ela, não há diferença nas duas opções e a forma tradicional passa mais segurança. “Eu me inscrevi logo nos primeiros dias. Eu fiz o exame no ano passado e neste ano vou fazer novamente para testar meus conhecimentos. Pensei em fazer a versão digital, mas optei pela impressa mesmo. Estou na expectativa para os dias das provas”, afirma.

Para a próxima edição, o Inep aceitará documentos digitais de identificação nos locais de prova, como: e-Título, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) Digital e RG Digital. O candidato deve apresentar o aplicativo oficial ao fiscal e capturas de tela não serão válidas. Após a entrada na sala de aula, o uso do celular continuará vetado.

Neste ano, foram liberadas 101.100 vagas para o Enem Digital, que são preenchidas por ordem de inscrição. Uma vez esgotado o limite por cidade, acaba a chance de participar dessa versão. Com questões inéditas, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), no primeiro dia de inscrição, a edição de 2022 atingiu a marca de 1 milhão de inscritos.

Leia Também:  FOCO NA EDUCAÇÃO-Projeto abre inscrições para cursos gratuitos com foco na terceira idade

Cronograma do Enem 2022

  • Inscrições para o Enem 2022: 10 a 21 de maio de 2022
  • Prazo para pagamento da taxa de inscrição: 10 a 27 de maio de 2022
  • Solicitação de atendimento específico e especializado: 10 a 21 de maio de 2022
  • Solicitação de uso do nome social: 23 a 28 de junho de 2022
  • Divulgação dos locais da prova: prazo ainda não informado
  • Aplicação das provas do Enem 2022: 13 e 20 de novembro de 2022

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FOCO NAS NOTÍCIAS

FOCO ATUALIDADES

FOCO CIDADES

EMPREENDEDORISMO

CULTURA E EVENTOS

SAÚDE E BEM ESTAR

MAIS LIDAS DA SEMANA