BRASÍLIA

FOCO NA EDUCAÇÃO

Foco na Educação! Inep define prazo para solicitar isenção na taxa de inscrição Enem 2021

Publicados

FOCO NA EDUCAÇÃO

Postado por Silvana Scórsin Inep define prazo para solicitar isenção na taxa de inscrição Enem 2021 Quem faltou na edição passada deverá justificar ausência também no mesmo período A edição de 2021 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ainda não tem um cronograma oficial divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelas provas. No entanto, outras duas datas importantes para os candidatos já foram definidas. Tanto a justificativa de ausência da edição passada quanto a solicitação de isenção da taxa de inscrição para o Enem 2021 ocorrerão entre os dias 17 e 28 de maio. As solicitações serão analisadas pelo Inep e o resultado será divulgado em 9 de junho. Será possível entrar com recurso de 14 a 18 de junho e o resultado será publicado em 25 de junho. Deve justificar a ausência o participante que teve concedida a isenção da taxa de inscrição no Enem 2020 e que não compareceu nos dois dias de prova. Quem estiver nesta condição e não realizar o procedimento ou tiver a solicitação negada, caso ainda queira participar da edição de 2021 terá que pagar a taxa de inscrição. Assim como vem acontecendo nas últimas edições do exame, mesmo com a aprovação da justificativa de ausência ou isenção do pagamento da taxa, os candidatos devem retornar ao sistema do Enem 2021 no período indicado pelo Inep para realizar a inscrição. As notas individuais do Enem podem ser usadas para acesso à educação superior, no Brasil e em instituições de Portugal, e em programas governamentais de financiamento e apoio ao estudante, como Programa Universidade Para Todos (Prouni), Financiamento do Ensino Superior (Fies) e Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Confira abaixo em quais casos é possível justificar ausência no Enem 2020 Assalto ou furto Acidente de trânsito Casamento ou união estável Morte na família Maternidade Paternidade Acompanhamento de cônjuge ou companheiro Privação de liberdade Emergência, Internação, repouso médico ou odontológico Trabalho Deslocamento a trabalho Intercâmbio acadêmico Atividade curricular Fonte: Agência Educa Mais Brasil

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  FOCO NA EDUCAÇÃO -Inscrições para Sisu e confirmação de dados do Fies terminam hoje (06)
Propaganda

FOCO NA EDUCAÇÃO

FOCO NA EDUCAÇÃO – Inep divulga resultados da primeira etapa do Revalida 2022

Inscrições dos aprovados para segunda etapa começam na amanhã

Publicados

em

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) liberou a consulta do resultado da primeira etapa do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2022. Quem for aprovado nesta etapa poderá se inscrever, a partir de amanhã (13), na segunda.

A primeira parte do exame foi aplicada no dia 6 de março em oito cidades. Também estão disponíveis no  Sistema Revalida as respostas sobre os recursos referentes aos resultados preliminares da prova discursiva.

Os candidatos aprovados na prova teórica que reprovaram na parte prática das edições 2020 ou 2021 do Revalida também podem se inscrever diretamente na etapa de habilidades clínicas do Revalida 2022.1. A aplicação ocorrerá nos dias 25 e 26 de junho.

Sobre o Revalida

Aplicado desde 2011 pelo Inep, o Revalida busca subsidiar a revalidação, no Brasil, do diploma de graduação em medicina expedido no exterior. O exame é composto por duas etapas (teórica e prática) que abordam, de forma interdisciplinar, as cinco grandes áreas da medicina: clínica médica, cirurgia, ginecologia e obstetrícia, pediatria e medicina da família e comunidade (saúde coletiva).

Leia Também:  FOCO NA EDUCAÇÃO - Tecnologia criada por pesquisadores brasileiros ajudará na alfabetização de crianças

Para participar da segunda etapa, é necessário ter sido aprovado na primeira, que contempla as provas objetiva e discursiva. As referências do exame são os atendimentos no contexto de atenção primária, ambulatorial, hospitalar, de urgência, de emergência e comunitária, com base na Diretriz Curricular Nacional do Curso de Medicina, nas normativas associadas e na legislação profissional. O objetivo é avaliar as habilidades, as competências e os conhecimentos necessários para o exercício profissional adequado aos princípios e necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

* Com informações do Ministério da Educação

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FOCO NAS NOTÍCIAS

FOCO ATUALIDADES

FOCO CIDADES

EMPREENDEDORISMO

CULTURA E EVENTOS

SAÚDE E BEM ESTAR

MAIS LIDAS DA SEMANA