BRASÍLIA

FOCO NA EDUCAÇÃO

FOCO NA EDUCAÇÃO! Prazo para o aditamento do Fies é prorrogado

Publicados

FOCO NA EDUCAÇÃO

Postado por Silvana Scórsin O aditamento do Fies para renovação acontece em conjunto entre a faculdade e o estudante Em portaria publicada no “Diário Oficial da União” na última quinta-feira (3), o Ministério da Educação (MEC) prorrogou o prazo para o aditamento de contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), fechados no segundo semestre de 2020. Com a decisão, estudantes com contratos simplificados e não simplificados ganham um período a mais para realizar o procedimento. A nova data passa a valer até 31 de dezembro. De acordo com o texto, agentes financeiros do Fies deverão aceitar documentos que comprovem a regularidade da matrícula, mesmo que estejam com os prazos vencidos. A não realização do procedimento ocasiona na perda do financiamento. O aditamento do Fies, programa de financiamento para estudantes cursarem o ensino superior em universidades privadas, é o processo de renovação do contrato para garantir a continuidade no programa. A Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) solicita a renovação do contrato do estudante que, posteriormente, deve fazer a confirmação dos dados por meio do Sistema Informatizado no Fies. O processo de aditamento acontece em conjunto entre a faculdade e o estudante e pode ser simplificado e não simplificado. Se todas as informações prestadas pela faculdade no sistema do Fies estiverem corretas, quando o estudante fizer a confirmação, será notificado sobre a modalidade que será adotada. O aditamento simplificado ocorre quando não existe nenhuma alteração a ser feita nas cláusulas do contrato de financiamento do estudante, já o não simplificado ocorre quando há a necessidade de alguma alteração no contrato do estudante. Fonte: Agência Educa Mais Brasil Prazo para o aditamento do Fies é prorrogado

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  FOCO NA EDUCAÇÃO! Em publicação no Instagram, MEC dá dicas sobre o tema da redação do Enem
Propaganda

FOCO NA EDUCAÇÃO

FOCO NA EDUCAÇÃO – Enem 2022: opção da versão impressa ou digital da prova deve ser feita na inscrição

No ato da inscrição, o estudante precisa sinalizar a opção desejada

Publicados

em

Com a aproximação do fim do prazo das inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que podem ser feitas até 27 de maio, muitos estudantes ainda têm dúvidas sobre a diferença das versões impressa e digital do exame. Tal preferência deve ser sinalizada no momento da inscrição e após o preenchimento do formulário não é permitido trocar de opção.  Pela primeira vez, os participantes não isentos poderão efetuar o pagamento da taxa de inscrição de R$85 – o mesmo do ano passado – por meio de cartão de crédito e Pix, até o dia 27 de maio.

As duas versões da prova, a impressa e digital, serão aplicadas nos mesmos dias, em 13 e 20 de novembro. Elas contam com questões iguais, mesmo tema de redação e tempo de realização. A versão impressa pode ser feita por qualquer pessoa, inclusive os alunos chamados ‘treineiros’, ou seja, aqueles que não vão concluir o Ensino Médio este ano ou que ainda não estão cursando essa etapa.

Já a participação na versão digital é exclusiva para quem já concluiu o Ensino Médio ou que está concluindo essa etapa neste ano. O atendimento especializado é o mesmo nas duas versões do Enem 2022. As provas do Enem digital 2022 serão aplicadas em locais definidos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), sob as mesmas condições de segurança e sigilo.

Leia Também:  Foco no trabalho! O Secretariado Executivo e os desafios de uma rotina produtiva em home office.

A redação será realizada em formato impresso, nos mesmos moldes de aplicação e correção da versão tradicional do exame. A previsão é que, até 2026, o Enem será aplicado integralmente digital. Ou seja, a versão impressa será extinta.

A estudante Laiane Fonseca, 18 anos, já se inscreveu e optou pela versão impressa da prova. Para ela, não há diferença nas duas opções e a forma tradicional passa mais segurança. “Eu me inscrevi logo nos primeiros dias. Eu fiz o exame no ano passado e neste ano vou fazer novamente para testar meus conhecimentos. Pensei em fazer a versão digital, mas optei pela impressa mesmo. Estou na expectativa para os dias das provas”, afirma.

Para a próxima edição, o Inep aceitará documentos digitais de identificação nos locais de prova, como: e-Título, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) Digital e RG Digital. O candidato deve apresentar o aplicativo oficial ao fiscal e capturas de tela não serão válidas. Após a entrada na sala de aula, o uso do celular continuará vetado.

Neste ano, foram liberadas 101.100 vagas para o Enem Digital, que são preenchidas por ordem de inscrição. Uma vez esgotado o limite por cidade, acaba a chance de participar dessa versão. Com questões inéditas, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), no primeiro dia de inscrição, a edição de 2022 atingiu a marca de 1 milhão de inscritos.

Leia Também:  FOCO NO TRABALHO - Qual a importância do Google Meu Negócio para a estratégia de marketing digital

Cronograma do Enem 2022

  • Inscrições para o Enem 2022: 10 a 21 de maio de 2022
  • Prazo para pagamento da taxa de inscrição: 10 a 27 de maio de 2022
  • Solicitação de atendimento específico e especializado: 10 a 21 de maio de 2022
  • Solicitação de uso do nome social: 23 a 28 de junho de 2022
  • Divulgação dos locais da prova: prazo ainda não informado
  • Aplicação das provas do Enem 2022: 13 e 20 de novembro de 2022

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FOCO NAS NOTÍCIAS

FOCO ATUALIDADES

FOCO CIDADES

EMPREENDEDORISMO

CULTURA E EVENTOS

SAÚDE E BEM ESTAR

MAIS LIDAS DA SEMANA