BRASÍLIA

FOCO NA EDUCAÇÃO

Foco na Tecnologia! Campanha na NASA

Publicados

FOCO NA EDUCAÇÃO

Por D´Roza Alô. É da terra? Quando o “rover Perseverance” pousou na superfície marciana em 18 fevereiro de 2021, também chegaram ao planeta vermelho quase 11 milhões de nomes de terráqueos a bordo. Se o seu, não está entre eles, fique atento, poisa Nasa já abriu inscrições para quem quiser “aterrissar” em Marte na próxima missão prevista para 2026. A campanha “Send Your Name to Mars”, da agência espacial, convidou pessoas de todo o mundo a enviarem seus nomes para viajarem no rover. Foram cadastrados 10.932.295 nomes. Desses, do Brasil foram mais de 80 mil nomes. Eles agora estão na superfície de Marte, escritos em três chips, do tamanho de uma unha, a bordo do Perseverance. Engenheiros do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA gravaram os nomes nos chips usando um feixe de elétrons. A máquina de “feixe E” usada permite a gravação de caracteres muito pequenos: menos de 1 mícron, bem menor do que a largura de um cabelo humano. O equipamento normalmente é usado na fabricação de itens de alta precisão. Com os quase 11 milhões de nomes, também foram incluídas as redações dos 155 finalistas no concurso de redação “Name the Rover” da Nasa. Os chips foram montados em uma pequena placa fixada no centro da viga mestra da popa do Perseverance, onde são visíveis para as câmeras no mastro do rover. Se você perdeu essa oportunidade de ter o nome brilhando no planeta vermelho, ainda pode se inscrever para enviar o seu na futura missão a Marte, prevista para julho 2026. Corre lá e cadastre seus dados no site da Nasa. Eu já fiz a minha! Fonte:https://www.cnnbrasil.com.br/tecnologia/2021/03/10/quase-11-milhoes-terraqueos-ja-tem-seus-nomes-em-marte-veja-como-enviar-o-seu

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Foco na educação! Prouni: termina hoje (18) prazo para as instituições aderirem ao próximo semestre
Propaganda

FOCO NA EDUCAÇÃO

FOCO NA EDUCAÇÃO – Enem 2022: confira dicas de aplicativos e sites gratuitos para se preparar

As inscrições para o exame terminam no próximo sábado, dia 21

Publicados

em

 

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terminam no próximo sábado, dia 21. As provas serão aplicadas em dois domingos de novembro, dias 13 e 20. Até lá, são seis meses para se preparar e mandar bem na prova. Nesse sentido, a internet pode ser uma boa aliada para complementar os estudos.

Para impulsionar o desempenho no Enem 2022, existem diversos meios, como videoaulas, disponíveis em canais no Youtube e aplicativos gratuitos com o objetivo de facilitar a forma de estudar, em qualquer lugar e a qualquer hora. Confira, abaixo, algumas dicas.

Guia Enem

Lançado pelo Educa Mais Brasil, o Guia Enem reúne materiais gratuitos de diversas disciplinas cobradas no Enem e em outros vestibulares. No site são disponibilizados artigos com resumos das principais áreas de conhecimento do exame. Para cada disciplina, há diferentes textos focados nas informações mais relevantes.

Além disso, o Educa tem outro projeto para quem prefere estudar com auxílio de vídeos. Em uma playlist no canal do YouTube, são disponibilizadas gratuitamente videoaulas preparadas por professores das áreas de diversas áreas do conhecimento. As aulas são curtas, mas bem objetivas, com conteúdos das áreas de História, Gramática, Literatura, Interpretação Textual, Redação, Química, Língua Portuguesa, Matemática, Física e muito mais.

Leia Também:  Foco na educação! Prouni: termina hoje (18) prazo para as instituições aderirem ao próximo semestre

Confira uma lista com playlists para estudar no YouTube:

  • Física Total, com o professor Ivys Urquiza
  • Redação e Gramática Zica, com o professor Pamba
  • Enem por Mateus Prado
  • Oficina do Estudante
  • Vestibulandia, com o professor Nerckie
  • Biologia Total, com o professor Paulo Jubilut
  • YouTube Edu, parceria do Google e a Fundação Lemann

Quer mais opções de canais e aplicativos gratuitos para estudar para o exame? Confere a lista.

Redação Nota 1000

Esse aplicativo é focado na redação do Enem. Ele exibe temas de redações anteriores do exame, produções textuais de estudantes que conquistaram nota mil, instruções em um passo a passo para a elaboração do seu texto, possíveis temas para as próximas provas do Enem, competências avaliadas durante a correção, citações que podem ser utilizadas, erros comuns, correções comentadas, entre outras ferramentas.

RevisApp

Esse aplicativo divide as matérias em quatro categorias: Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Linguagens e Matemática e, dentro de cada uma delas, exibe os assuntos que mais costumam aparecer no Enem. O app oferece resumos práticos, o que é uma boa opção para quem já estudou o conteúdo e quer revisar a matéria. Por isso, a melhor opção é utilizá-lo em conjunto com outros aplicativos dessa lista.

Leia Também:  FOCO NA EDUCAÇÃO - Novembro azul: prevenção salvou jornalista de câncer de próstata

Easy Study

O Easy Study é um aplicativo que irá te ajudar a criar uma rotina perfeita de estudos. O app oferece a possibilidade de informar quais matérias o estudante deseja estudar mais com a opção de criar um planejamento com os assuntos que deseja se dedicar em cada dia. Isso ajuda a otimizar o tempo e facilita a organização dos conteúdos.  É possível também ter acesso ao histórico de estudos para analisar as horas e materiais já revisados.

Questões ENEM

É um aplicativo bem prático, que exibe na página inicial as matérias divididas por seis categorias: Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Matemática, Linguagens e Códigos, Inglês e Espanhol. O estudante tem acesso gratuito a simulados, videoaulas, resumos de todos os assuntos e muito mais. Para incentivar a preparação para o Enem, o aluno recebe medalhas a cada número de questões respondidas, resumos lidos e aulas assistidas.

Estuda.com ENEM e Vestibular

Nesse aplicativo, o estudante conta com quatro modalidades diferentes: simulados, desafios, questões e provas do Enem das edições anteriores. O app também permite o acesso gratuito a videoaulas, temas de redação, resumos de conteúdos e simulador de aprovação do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), tudo isso na seção “Material Extra”.

 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FOCO NAS NOTÍCIAS

FOCO ATUALIDADES

FOCO CIDADES

EMPREENDEDORISMO

CULTURA E EVENTOS

SAÚDE E BEM ESTAR

MAIS LIDAS DA SEMANA