BRASÍLIA

Literatura

FOCO NA LITERATURA – POEMA DE NATAL

Publicados

FOCO NA LITERATURA

Nos idos da Babilônia
Foi Zagmuk festival
O Natal é festa antiga
Tanto quanto o Carnaval
Na velha Mesopotâmia
Celebração cultural

Marduk enfrentou o caos
Fazia-se um festival
As pessoas se uniam
Para combater o mal
Para salvar o seu povo
Sacrifício ritual

Que significa o Natal?!:
Solstício: Inverno/Verão
Festa litúrgica
Crística celebração
Luzes da cosmogonia
Na cidade e no sertão

Confraterniza a paz
Prazer e gastronomia
Baco-Dioniso, festa
Cristaluzes da alquimia
Pão e vinho consagrados
Na divina eucaristia

Em família, paz e amor
Na cultura ocidental
É Zeus a lutar com Cronos
Vasto Olimpo sideral
Em Roma a Saturnália
Nas raízes do Natal

Jantares, festas na ruas
Com velas e ornamento
Sol invitcus brilhante
Dá-se o grande nascimento
Com alegria e presentes
Grandioso movimento

Ano 336 d.C
Começou nosso Natal
Tem ouro, incesso e mirra
Na raiz do festival
Os Reis Magos e Pastores
Lá da banda oriental

Tinha jejum, comunhão
Um bom lanche era servido
Como o tempo evoluiu
Novo rito definido
Frutas, bolo, panetone
Bem assado, bom cozido

Leia Também:  FOCO NA LITERATURA - Cordel: Patrimônio Cultural do Brasil.

São Francisco fez presépio
Lutero a árvore enfeitou
Atos de ecumenismo
O costume prosperou
As meias e sapatinhos
Na chaminé nos chegou

Em 1881
Publicidade total
A Coca-Cola inventou
Papai Noel atual
E São Nicolau tornou-se
Um mito comercial

Jesus foi incorporado
Pelo Imprério Romano
Fizeram adaptação
Foi de Cristo, sol arcano
Alfa e Ômega que brilha
Multiverso soberano

Bacalhau e rabanada
Um costume lusitano
Biscoitos deliciosos
Desde o tempo romano
Só depois veio o peru
Um hábito americano

Uvas, vinhos e champanhe
Pinheiro, Árvore de Natal
Enfeites e ornamentos
Rito tradicional
Menino Jesus em cena
Missa do Galo ao final

Para a miséria sublimar
Consumálias e fartura
Ultrapassemos a cri$e
Divida-se a rapadura
Endurecer se preciso
Mas sem perder a ternura

Em tempos de pandemia
Precisamos nos cuidar
Zelar pelo semelhante
Saber se distanciar
Cultivar paz harmonia
Pra depois se aproximar

Não proliferar o vírus
Saber como festejar
Usar bem o protocolo
Evitar-se aglomerar
Ter esperança e fé
Novo tempo vai chegar

Para você tudo de bom
Saúde…Fraternidade
Um Natal de equilíbrio
Luz…Solidariedade
Paz…Amor e Alegria
Sucesso e Felicidade

Leia Também:  FOCO NA LITERATURA COM GUSTAVO DOURADO-POEMA DE ANO NOVO

Um Ano-Novo de glórias
Sua estrela vai brilhar
Que tudo se concretize
Possa a vitória alcançar
Realize os seus desejos
E conjugue o verbo amar

Feliz Natal e um Próspero 2022

Gustavo Dourado

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

FOCO NA LITERATURA

FOCO NA LITERATURA COM GUSTAVO DOURADO-POEMA DE ANO NOVO

Publicados

em

  1. (mais…)
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  FOCO NA LITERATURA COM GUSTAVO DOURADO
Continue lendo

FOCO NAS NOTÍCIAS

FOCO ATUALIDADES

FOCO CIDADES

EMPREENDEDORISMO

CULTURA E EVENTOS

SAÚDE E BEM ESTAR

MAIS LIDAS DA SEMANA