BRASÍLIA

FOCO NAS NOTÍCIAS

Aeroportos de Curitiba e Viracopos estão entre os 10 melhores do mundo

Publicados

FOCO NAS NOTÍCIAS

Dois aeroportos do Brasil tiveram destaque internacional nesta semana. Os terminais de Curitiba (PR) e Viracopos (SP) estão entre os 10 melhores do mundo, segundo a AirHelp Score 2022. A empresa, especialista global em direitos dos passageiros aéreos, classifica os aeroportos de acordo com a experiência dos passageiros.

O ranking avaliou os 132 terminais mais conhecidos e utilizados no mundo a partir da pontualidade, qualidade do serviço e oferta de alimentação e lojas. O terminal Afonso Pena, na capital paranaense, ficou em 4º lugar, com 8,37 pontos, em uma escala de 1 a 10, apenas 0,2 pontos atrás da primeira colocação, ocupada pelo aeroporto Hamad, em Doha, no Qatar.

Já o terminal de Viracopos, em Campinas, aparece na 10ª posição com 8,25 pontos. Os dois estão entre os mais pontuais do mundo, segundo o ranking.

Estes não são os únicos terminais premiados do Brasil. Em março deste ano, os aeroportos de Florianópolis (SC) e Cascavel (PR) foram reconhecidos como melhor terminal nacional e regional, respectivamente, pelo prêmio Aviação+Brasil, concedido pelo Ministério da Infraestrutura (MInfra) e Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero).

Leia Também:  Instituto desenvolve 1ª vacina contra diferentes variantes da Covid-19

Com informações do Ministério do Turismo

 

Fonte: Brasil.gov

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

FOCO NAS NOTÍCIAS

Número de estupros de LGBTQIA+ cresceu 88% em 2021

Publicados

em

Por

Os crimes de estupro contra a população LGBTQIA+ cresceram 88,4% entre os anos de 2020 e 2021, revelou hoje (28) o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, documento elaborado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Em números absolutos, o registro dos estupros passou de 95 notificações em 2020 para 179 no ano passado. O número real de casos, no entanto, deve ser ainda maior porque foram computadas apenas as informações fornecidas pelas secretarias de Segurança Pública estaduais e pelas polícias.

O balanço, por exemplo, não computa dados de estados como São Paulo, Bahia, Maranhão, Minas Gerais e Rio de Janeiro, que não forneceram ou não dispõe de informações detalhadas sobre o tema. Além disso, há que se considerar também a subnotificação dos casos já que muitas pessoas não registram a violência das quais foram vítimas.

Na contramão dos dados nacionais que revelaram queda no número de mortes intencionais, os assassinatos de pessoas LGBTQIA+ registraram crescimento de 7,2% no ano passado. Em 2020, o balanço computou 167 homicídios dolosos [intencionais] contra essa população. Em 2021, foram computadas 179 mortes. O número deve ser ainda maior já que diversos estados deixaram de divulgar essas informações.

Leia Também:  Carnaval fora de época no Rio também tem blocos na rua

Outro crime que também apresentou alta estatística foi a lesão corporal dolosa contra as pessoas LGBTQIA+, que passou de 1.271 notificações para 1.719, um crescimento de 35,2%.

Edição: Lílian Beraldo

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FOCO NAS NOTÍCIAS

FOCO ATUALIDADES

FOCO CIDADES

EMPREENDEDORISMO

CULTURA E EVENTOS

SAÚDE E BEM ESTAR

MAIS LIDAS DA SEMANA