BRASÍLIA

FOCO NAS NOTÍCIAS

Em São Paulo, Cracolândia tem madrugada de tumulto

Publicados

FOCO NAS NOTÍCIAS

Vídeos de moradores da região central de São Paulo mostram grupos de pessoas em situação de rua depredando carros e lojas com paus e pedras durante a madrugada de hoje (2). Alguns dos veículos atingidos estavam parados no semáforo quando foram cercados pelos grupos.

Segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública de São Paulo, a confusão começou depois que um homem foi preso durante a madrugada na Alameda Barão de Limeira. “Na ocasião, dependentes químicos se deslocaram pelas ruas da região e jogaram pedras em uma viatura da GCM [Guarda Civil Metropolitana]”, diz a nota. As ocorrências foram registrada no Distrito Policial do Bom Retiro.

Operação Caronte

Desde o final de março, quando uma grande operação policial dispersou a concentração de pessoas em situação de rua e de usuárias de drogas da Cracolândia, que ficava na Praça Princesa Isabel, esses grupos menores têm circulado pela região central.

A Guarda Civil Metropolitana e a Polícia Militar agem constantemente para evitar que as pessoas permaneçam por muito tempo em um determinado local. A Polícia Civil também tem feito operações esporádicas, efetuando prisões e com apoio de atiradores de elite. As ações fazem parte da chamada Operação Caronte, iniciada em julho do ano passado.

Leia Também:  PF faz operação contra fraudes no auxílio emergencial

“Trata-se de uma parceria entre a Polícia Civil e a Guarda Civil Metropolitana, iniciada em maio de 2021, para combater e reprimir a atuação de organizações criminosas armadas que exploram o tráfico de drogas na região da Luz, região central da cidade” diz nota divulgada pela GCM.

Abusos

Moradores da região também têm registrado abusos por parte dessas ações. O cinegrafista Caio Castor flagrou guardas civis agredindo uma transexual com cacetadas e spray de pimenta sem reação visível da mulher. Após a divulgação das filmagens, na semana passada, ele foi ameaçado por vizinhos e teve que deixar o local com a família. A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), o Sindicato dos Jornalistas de São Paulo e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) divulgaram notas de apoio ao repórter.

Também na semana passada, um outro morador flagrou guardas civis imobilizando um homem com o joelho no pescoço. Nas imagens é possível ver que um dos agentes sai da viatura se aproxima com um saco com uma substância branca que é apresentada como drogas que estariam em posse do homem. Após a divulgação das imagens, a juíza Gabriela Bertoli reconsiderou a prisão e decidiu pela soltura do homem. A magistrada avaliou que abordagem pode ter sido abusiva, determinando, inclusive, a comunicação do fato à Corregedoria da GCM.

Leia Também:  Covid-19 na Coreia do Norte: governo recomenda chá e água salgada

Edição: Lílian Beraldo

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

FOCO NAS NOTÍCIAS

DF abre concurso para contratação temporária de brigadistas

Publicados

em

Por

O Instituto Brasília Ambiental (Ibram-DF) abriu inscrições para o processo seletivo simplificado que vai contratar, de forma temporária, 150 brigadistas de combate a incêndios florestais em parque e unidades de conservação da capital do país. As inscrições podem ser feitas a partir desta quarta-feira (29), na página do Ibram na internet. 

Ao todo, serão seis vagas para supervisores de brigada, 24 para chefes de brigada e 120 vagas de brigadistas de prevenção e combate a incêndios florestais. O cadastro será online e gratuito, e fica aberto até o dia 1° de julho. Haverá ainda a formação de cadastro reserva.

A remuneração mensal para brigadistas é de R$ 2.666,40; para chefes de brigada é de R$ 3.333,00 e para os supervisores de brigada, chega a R$ 3.999,60. Em todos os cargos é exigido diploma ou declaração de participação em curso de Formação de Brigada de Combate a Incêndio Florestal.

Para os cargos de chefe de brigadas e supervisores, é necessário apresentar certificado ou diploma de conclusão do ensino médio e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) categoria B ou superior. Para os brigadistas de prevenção e combate a incêndios florestais, um dos pré-requisitos é ser pelo menos alfabetizado. Acesse aqui o edital.

Leia Também:  No Paraná, presidente visita trecho da Estrada Boiadeira em Umuarama

Ao todo, o Ibram gere 82 unidades de conservação espalhadas pelo DF. Os brigadistas temporários poderão trabalhar ainda em outras áreas e em parceria com o Corpo de Bombeiros.

Até o último dia 6 de junho de 2022, o Programa de Monitoramento de Áreas Queimadas nos Parque e Unidades de Conservação (PROMAQ), do Ibram, registrou um total de 106 ocorrências de incêndio florestais e uma área queimada total de pouco mais de 334 hectares. No ano passado, até outubro, foram 542 ocorrências e 2.324 hectares de área queimada no DF. O período mais crítico para a ocorrência de incêndios é justamente durante a estação seca, que vai de maio até meados de outubro. Os meses de agosto e setembro costumam ser os que registram o maior número de ocorrências. 

Edição: Maria Claudia

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FOCO NAS NOTÍCIAS

FOCO ATUALIDADES

FOCO CIDADES

EMPREENDEDORISMO

CULTURA E EVENTOS

SAÚDE E BEM ESTAR

MAIS LIDAS DA SEMANA