BRASÍLIA

FOCO NAS NOTÍCIAS

Indicadores de criminalidade caem 18% no estado do Rio

Publicados

FOCO NAS NOTÍCIAS


O Estado do Rio de Janeiro registrou 760 casos de homicídio doloso no primeiro trimestre deste ano, o que significa queda de 18% na comparação com igual período de 2021. De acordo com o Instituto de Segurança Pública (ISP), são os menores números dos últimos 31 anos. Além disso, o indicador recuou no mesmo percentual em março, quando houve 256 casos.

Outros crimes contra a vida também caíram no primeiro trimestre, como latrocínio, que é o roubo seguido de morte. De janeiro a março, foram 14 vítimas, enquanto nos três meses em 2021 somaram 32. Segundo o ISP, é o menor valor para o período desde 1991.

Entre os casos de letalidade violenta, o que inclui homicídio doloso, lesão corporal seguida de morte, roubo seguido de morte e morte por intervenção de agente do estado, a diminuição ficou em 23%. No trimestre foram 1.099 vítimas. Em março, houve 386 registros, o que representa queda de 21%. Estes foram os menores valores para o mês e para o acumulado desde 1991.

Outra diminuição significativa foi nas mortes por intervenção de agente do estado. Os dados mostram recuo de 30% no período diante das 318 mortes. Em março, foram 123, queda de 22%.

Leia Também:  Luiz Ayrão é o convidado do programa Canto e Sabor do Brasil

Com 14.499 casos, os crimes contra o patrimônio, como os roubos de rua, que são roubos a transeunte, em coletivo e de aparelho, caíram 24%. Em março, ficaram em 5.168, o que significa redução de 18%. Os casos foram comparados com 2021. Esses são os menores valores para o mês e para o acumulado desde 2006.

Roubos de veículos e de carga caem

Os roubos de veículos e de carga também foram menores nos três primeiros meses do ano. Nos roubos de carga, houve 1.054 registros no período e 342 em março, com queda de 14%. Tanto para o acumulado como para o mês, é o menor valor desde 2013. Em relação a 2021, o indicador teve redução de 5% no acumulado do ano e de 14% na comparação do mês.

Já os roubos de veículos ficaram em 5.776 casos entre janeiro e março e 2.146 em março. O número do mês é o mais baixo desde 2011 e no acumulado desde 2012. Se comparado ao ano passado, a retração é de 16% no acumulado do ano e de 9% no mês.

Leia Também:  Com atividades pelo país, Semana Nacional de Museus celebra 20 anos

Para a diretora-presidente do Instituto de Segurança Pública, Marcela Ortiz, os resultados positivos da segurança pública estadual não são triviais. “Além dos crimes contra a vida, que estão atingindo regularmente os melhores números, os crimes contra o patrimônio seguem o mesmo caminho. Os dados só reforçam a importância de um trabalho integrado entre as polícias”, disse.

O governador Cláudio Castro destacou que mais uma vez os crimes contra a vida registram redução, alguns apresentando o menor resultado em mais de 30 anos. “Isso é consequência do trabalho que vem sendo realizado pelas polícias Civil e Militar, com reforço do [Programa] Segurança Presente. Trabalhamos para alcançar redução em todos os indicadores, mas a vida é o bem maior e preservá-la é prioridade do nosso governo”, completou.

Segundo o ISP, os dados divulgados se baseiam em registros de ocorrência feitos por delegacias de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro.

Edição: Kleber Sampaio

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

FOCO NAS NOTÍCIAS

Brasil tem 12,6 mil novas infecções por covid-19 em 24h

Publicados

em

Por

source
O governo federal empenhou quase R$ 34,3 bilhões para a compra de cerca de 650 milhões de imunizantes
James Gallagher – Reporter de ciência de saúde

O governo federal empenhou quase R$ 34,3 bilhões para a compra de cerca de 650 milhões de imunizantes

O Brasil registrou 12.613 novos casos de covid-19 em 24 horas em todo o país. De acordo com as secretarias estaduais e municipais, foram confirmadas 99 mortes por complicações associadas à doença. Os dados estão na atualização do Ministério da Saúde divulgada neste domingo.

Com os novos dados, o total infecções pelo novo coronavírus durante a pandemia chegou a 30.791.220. O número de casos de covid-19 em acompanhamento está em 293.574.

Com os números de hoje, o total de mortes chegou a 665.627. Ainda há 3.212 mortes em investigação. As ocorrências envolvem casos em que o paciente faleceu, mas a investigação sobre a causa, se foi covid-19, ou não, ainda demanda exames e procedimentos complementares.

Leia Também:  Presidente do Senado recebe ex-ministros do Meio Ambiente

Até agora, 29.832.019 pessoas se recuperaram da covid-19, o que corresponde a 96,9% dos infectados desde o início da pandemia.

Pesquisa inédita no Brasil busca novas variantes da covid-19 no país
Reprodução: BBC News Brasil

Pesquisa inédita no Brasil busca novas variantes da covid-19 no país

De acordo com o boletim, o Distrito Federal e sete estados não atualizaram os dados neste domingo: Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Roraima e Tocantins.

Neste domingo, chegou ao fim o estado de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (Espin), decretado em função da pandemia de covid-19.

A portaria com a decisão foi assinada pelo ministro da Saúde , Marcelo Queiroga, em 22 de abril, e previa 30 dias para que estados e municípios se adequassem à nova realidade.

A decisão do governo brasileiro foi tomada com base do cenário epidemiológico mais arrefecido e o avanço da Campanha de Vacinação no país. Segundo o Ministério da Saúde , apesar da medida, nenhuma política pública de saúde será interrompida.

Fonte: IG SAÚDE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FOCO NAS NOTÍCIAS

FOCO ATUALIDADES

FOCO CIDADES

EMPREENDEDORISMO

CULTURA E EVENTOS

SAÚDE E BEM ESTAR

MAIS LIDAS DA SEMANA