BRASÍLIA

FOCO NAS NOTÍCIAS

Leilão do edifício A Noite não recebe propostas

Publicados

FOCO NAS NOTÍCIAS

A terceira tentativa de venda do edifício A Noite não recebeu propostas no leilão realizado hoje (14) pela Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União (SPU), do Ministério da Economia. O valor pelo imóvel de 102 metros de altura e uma área construída de 29.377 metros quadrados foi estipulado em R$ 38,5 milhões.

Projeto do arquiteto Joseph Gire em parceria com Elisiário da Cunha Bahiana, o prédio com 22 andares de estilo art déco, considerado histórico por ter sido o primeiro arranha-céu da América Latina, começou a ser construído em 1927 e foi inaugurado no dia 7 de setembro de 1929, no lote onde funcionava o antigo Liceu Literário Português, na Praça Mauá, região portuária do Rio de Janeiro. Gire foi o arquiteto que projetou também outros prédios de destaque da cidade como os hotéis Copacabana Palace e Glória, na zona sul.

O prédio, construído para receber o jornal A Noite, passou ainda pela estratégia de atração de inquilinos sofisticados com negócios identificados com a modernidade e abrigou a companhia aérea Pan American World Airways, a Pan Am, e a holandesa Royal Philips Electronics, a Philips.

Leia Também:  Covid: EUA deixam de exigir uso de máscara em aviões, metrôs e ônibus

Em maio de 1933, o grupo A Noite ampliou os negócios e instituiu a Sociedade Civil Brasileira Rádio Nacional. Com o prefixo PRE-8, a Rádio Nacional foi inaugurada no dia 12 de setembro de 1936. Os programas de sucesso da emissora marcaram a vida brasileira integrando o país por meio das ondas do rádio.

Em 1940, o edifício A Noite passou para as mãos da União, durante o governo de Getúlio Vargas. A Rádio Nacional, que se tornou emissora da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), funcionou no local até 2012, quando foi transferida para outras instalações na Lapa, também no centro do Rio, porque o prédio passaria por reformas. O edifício A Noite abrigou ainda o Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (Inpi), que deixou o local no mesmo ano.

De acordo com o Ministério da Economia, o prédio, que atualmente está sem uso pela União, gera um custo de mais de R$ 2 milhões por ano aos cofres públicos, gastos com manutenção de elevadores, segurança, brigadistas e taxas de concessionárias.

A tentativa de venda foi por meio da Proposta de Aquisição de Imóveis (PAI), que permite ofertas de compra de imóveis da União realizadas por pessoas físicas ou jurídicas. No aviso de venda, a pasta informou que qualquer interessado poderia participar do certame. Para isso, precisava apenas “acessar o portal VendasGov, enviar a oferta e cumprir com as exigências do edital, como por exemplo fazer a caução necessária. Para a habilitação é necessário anexar o comprovante de pagamento da caução, equivalente a 5% do valor de avaliação do imóvel”.

Leia Também:  Governo entrega 56 veículos a Conselhos Tutelares do Rio de Janeiro

Venceria a oferta de maior valor e caso a proposta apresentada não fosse a vencedora, a caução seria integralmente devolvida.

Edição: Fernando Fraga

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

FOCO NAS NOTÍCIAS

São Paulo reforça frota de ônibus para eleitores em locais de votação

Publicados

em

São Paulo reforça frota de ônibus para eleitores em locais de votação
Rovena Rosa/Agência Brasil – 10.03.2022

São Paulo reforça frota de ônibus para eleitores em locais de votação

A frota de ônibus da capital paulista foi reforçada hoje para garantir o acesso dos eleitores aos locais de votação. Segundo a SPTrans, as linhas operam com cerca de 2 mil veículos a mais e capacidade equivalente à dos sábados.

As linhas de ônibus intermunicipais gerenciadas pela Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) na região metropolitana de São Paulo seguem a programação de domingo, sem alterações de horário. Pode haver reforço caso a demanda de passageiros aumente.

As cinco linhas operadas pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) funcionam com intervalos médios de dez minutos, mas em caso de aumento de passageiros haverá trens de prontidão para atender à demanda em todas as linhas.

No Metrô, todas as linhas funcionam normalmente. A operação começou às 4h40 e vai até a meia-noite. As frotas programadas para atender os passageiros são as mesmas utilizadas aos sábados e domingos comuns, com trens reservas podendo entrar em operação.

Leia Também:  Pesquisa encontra indícios de biopirataria de conhecimentos indígenas

Segurança nas ruas

São mobilizados 83 mil policiais, sendo 68 mil militares, 15 mil civis e 300 policiais técnico-científicos trabalhando na Operação Eleições.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, 64.692 PMs fazem o policiamento dos locais de votação. Mais 2.358 garantem a segurança dos cartórios eleitorais e 786 são responsáveis pela escolta dos juízes eleitorais.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Nacional

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FOCO NAS NOTÍCIAS

FOCO ATUALIDADES

FOCO CIDADES

EMPREENDEDORISMO

CULTURA E EVENTOS

SAÚDE E BEM ESTAR

MAIS LIDAS DA SEMANA