BRASÍLIA

FOCO NAS NOTÍCIAS

Mortes violentas caem 6% no Brasil em 2021, aponta anuário

Publicados

FOCO NAS NOTÍCIAS

O registro de mortes violentas intencionais, no ano passado, caiu 6,5% em todo o Brasil, apontou hoje (28) o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, documento divulgado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. As mortes violentas intencionais consideram tanto os homicídios dolosos quanto os latrocínios, as mortes decorrentes de intervenções policiais e as lesões corporais seguidas de morte.

Em números absolutos, as notificações passaram de 50.448 mortes em 2020 para 47.503 no ano passado, patamar mais baixo desde 2011, quando elas atingiram 47.215. Desde então, o maior patamar registrado foi em 2017, com 64.078 mortes. Em 76% dos casos ocorridos no ano passado, as mortes intencionais foram provocadas por armas de fogo.

Todas as regiões do país apresentaram queda no indicador, com exceção da Região Norte, onde elas passaram de 5.758 notificações em 2020 para 6.291 no ano passado, com aumento no Pará, Amapá, Amazonas, Rondônia e Roraima. Também foi registrado aumento absoluto em dois outros estados brasileiros: Bahia e Piauí.

Segundo o Anuário, apesar da melhoria no indicador, o Brasil ainda convive com violência extrema, sendo responsável por um em cada cinco homicídios que ocorrem no mundo (20,4% do total). A maior parte das vítimas dessas mortes violentas e intencionais no país são negras (77,9%), do sexo masculino (91,3%) e jovens entre 12 e 29 anos (50% do total).

Leia Também:  Cientistas desenvolvem técnica para diagnóstico precoce de Alzheimer

Cidades mais violentas

O Anuário também fez um levantamento das 30 cidades mais violentas do país entre os anos de 2019 e 2021.

De acordo com o balanço, 13 delas fazem parte da Amazônia Legal, onde a taxa de violência letal foi 38% superior à média nacional: no Brasil, essa taxa é de 22,3 mortes violentas intencionais a cada 100 mil habitantes, enquanto na Amazônia Legal ela figura em 30,9 mortes a cada 100 mil habitantes.

A cidade mais violenta do país no período foi São João do Jaguaribe (CE), seguida por Jacareacanga (PA), Aurelino Leal (BA), Santa Luzia D’Oeste (RO), São Felipe D’Oeste (RO) e Floresta do Araguaia (PA).

Edição: Lílian Beraldo

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

FOCO NAS NOTÍCIAS

Consulado dos EUA atende familiares de turista morto no Rio

Publicados

em

Por

O Consulado-geral dos Estados Unidos (EUA) no Rio de Janeiro ofereceu condolências à família e confirmou a morte do turista americano Joseph T. Thomas, na madrugada de hoje (12) no Hospital Samaritano Botafogo, na zona sul do Rio e informou que está prestando o atendimento consular aos parentes dele naquele país. O americano veio passar férias no Brasil e desde o dia 6 de julho estava hospedado na casa da diarista Célia Lopes da Silva, 48 anos.

“Oferecemos nossas mais sinceras condolências à família pela perda e estamos fornecendo toda assistência consular apropriada. Em respeito à privacidade da família neste momento difícil, não temos comentários adicionais”, informou em nota.

Os amigos brasileiros dizem que era um rapaz tranquilo e gostava muito do Brasil, amor demonstrado na camisa onde escreveu que o Brasil é o melhor país do mundo. “Parece até por ironia”, disse Célia em entrevista à Agência Brasil.

Célia contou que o jovem foi apresentado à família pelo ex-namorado da sua filha Bianca Silva de Souza, de 26 anos, Mikael Valentim de Oliveira, 23 anos, a quem considera como um filho também. Depois da morte da avó, Mikael passou a morar na casa da família. “O Trey veio para conhecer a gente. Tem mais de quatro anos que tinha amizade com Mikael”, disse, acrescentando que essa foi a primeira vez que Trey se hospedou com a família.

Leia Também:  Neurocirurgião Paulo Niemeyer Filho toma posse na ABL

“Torcedor do Flamengo, escreveu Treyzinho na parte de trás da camisa do clube do coração, em alusão a Trey que representa o T. do seu nome e que trouxe na mala na vinda para o Rio de Janeiro. “Ele era flamenguista e a gente estava fazendo planos de assistir ao jogo do Flamengo no Maracanã”, disse Célia.

Célia contou que o jovem foi apresentado à família pelo ex-namorado da sua filha Bianca Silva de Souza, de 26 anos, Mikael Valentim de Oliveira, 23 anos, a quem considera como um filho também. Depois da morte da avó, Mikael passou a morar na casa da família. “O Trey veio para conhecer a gente. Tem mais de quatro anos que tinha amizade com Mikael”, disse, acrescentando que essa foi a primeira vez que Trey se hospedou com a família.

Em 2017, o jovem tinha vindo para o Brasil para fazer intercâmbio por um período de sete meses. Nos Estados Unidos o americano dava aula de português, idioma que reforçava com Mikael, enquanto ensinava inglês para o amigo.“Todos os dias eles se falavam pela internet”, acrescentou.

Célia disse que ontem à noite a morte cerebral do Joseph já tinha sido confirmada e eles foram se despedir dele no hospital. “A gente foi ver ele lá no hospital e se despediu porque quando cheguei lá ontem à noite o cérebro dele já tinha parado e a Bianca já tinha falado com a mãe dele.

Leia Também:  Brasil registra 195 mortes por covid-19 em 24h; total vai a 664.091

Segundo Célia, integrantes do consulado americano no Rio estiveram no hospital e Mikael devolveu documentos do amigo que estavam com ele, inclusive cartão de crédito. “A mãe dele falou que algumas coisas que estão lá em casa vão ficar com o Mikael, são roupas, o telefone”, comentou.

“Eu estou indo para o trabalho porque é muita tristeza ficar lá em casa. Mikael foi trabalhar e Bianca também. Não tinha mais nada a fazer e a gente tem que voltar ao nosso ritmo, embora a tristeza tomando conta, mas a gente tem que continuar porque tem compromisso e não podemos deixar as pessoas na mão”, completou.

A diarista contou que a família recebeu uma ligação hoje de manhã informando que o jovem tinha falecido e o corpo seria levado para o Instituto Médico Legal (IML) do Rio. “O Consulado esteve lá e ia agilizar tudo com o Hospital Samaritano. Eles permitiram o Mikael, a Bianca e eu irmos lá, porque a família estava em Los Angeles e era a única família que ele tinha aqui. A gente era amigo”, finalizou. 

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FOCO NAS NOTÍCIAS

FOCO ATUALIDADES

FOCO CIDADES

EMPREENDEDORISMO

CULTURA E EVENTOS

SAÚDE E BEM ESTAR

MAIS LIDAS DA SEMANA