BRASÍLIA

FOCO NAS NOTÍCIAS

Pfizer faz recall de remédio por presença de substância cancerígena

Publicados

FOCO NAS NOTÍCIAS


source
Pfizer faz recall de remédio por presença de substância cancerígena
Reprodução

Pfizer faz recall de remédio por presença de substância cancerígena

A Pfizer anunciou o recolhimento voluntário e preventivo de cinco lotes do medicamento para hipertensão Accupril (quinapril) depois de encontrar níveis elevados de nitrosamina, um potencial agente causador de câncer. Os lotes recolhidos foram distribuídos nos Estados Unidos e Porto Rico entre dezembro de 2019 e abril de 2022.

O medicamento já foi comercializado no Brasil, mas, de acordo com a farmacêutica, não é mais. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) confirmou ao GLOBO que não há registro válido para este medicamentos no país desde 2015.

As nitrosaminas são comuns na água e nos alimentos, mas a exposição acima dos níveis aceitáveis por longos períodos de tempo pode aumentar o risco de câncer. A Pfizer disse que não há risco imediato para os pacientes que tomam esse medicamento. Até o momento, não houve relato de eventos adversos relacionados aos lotes recolhidos.

Na semana passada, a Pfizer Canadá também retirou todos os lotes de três doses de Accupril depois de descobrir que a mesma impureza estava acima dos níveis aceitáveis.

Em março, a Pfizer retirou alguns lotes de outro medicamento para pressão arterial, o Accuretic, e duas versões mais baratas autorizadas devido à presença do possível agente cancerígeno.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

Fonte: IG SAÚDE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

FOCO NAS NOTÍCIAS

São Paulo entrega etapa de ampliação do Novo Museu do Ipiranga

Publicados

em

Por

O governo estadual de São Paulo entregou hoje (18) a nova etapa de restauração do Edifício-Monumento, que faz parte da ampliação do Novo Museu do Ipiranga, na zona Sul da capital paulista. A previsão é que o espaço seja reaberto no feriado nacional de 7 de Setembro, como principal marco do bicentenário da Independência do Brasil

Atualmente 70% das obras, que foram iniciadas em 2019 pela atual gestão, já foram concluídas. A restauração do edifício-monumento foi concluída em abril deste ano. As obras concluídas também chegam a 99% no edifício anexo de serviços e 70% no jardim francês. Após a solenidade do Sete de Setembro, o museu volta a receber visitas com 12 exposições inaugurais.

“Estamos ampliando, atualizando e modernizando este museu que, sem dúvida nenhuma, será um dos mais visitados do Brasil a partir de setembro. A reforma do Museu do Ipiranga foi uma iniciativa não só do governo do Estado, mas da sociedade e da iniciativa privada que entenderam a importância da reabertura, principalmente para celebrarmos o bicentenário da Independência”, disse o governador Rodrigo Garcia.

Leia Também:  Grande Rio é campeã, pela primeira vez, do carnaval do Rio

O valor total do restauro e ampliação do Edifício-Monumento chegou a R$ 211 milhões e compreende o patrocínio direto de 29 patrocinadores, repasses do governo de São Paulo e aportes da União, por meio da Lei Rouanet. A obra principal foi 100% concluída pelo governo do Estado, por meio da Universidade de São Paulo e da Fundação USP.

Depois da reforma concluída, o museu terá duas amplas entradas, bilheteria, um auditório para 200 pessoas, espaço educativo, café, loja e sala de exposição temporária. Com isso a área total construída terá o dobro do que tinha anteriormente e oferecerá total acessibilidade por elevadores e escadas rolantes e um novo sistema de ar-condicionado.

O jardim francês em frente ao edifício está sendo totalmente transformado com novo paisagismo, restaurante, infraestrutura para food bikes, modernização da iluminação pública e vias de acesso, equipamentos de acessibilidade e reativação da fonte central.

De acordo com o governo estadual, o Museu do Ipiranga é um patrimônio histórico tombado nas três esferas de governo. Construído entre 1885 e 1890, está situado dentro do complexo do Parque Independência, na zona sul da capital. Concebido originalmente como um monumento à Independência, foi declarado sede do Museu do Estado em 1895 e, desde 1963, é administrado pela Universidade de São Paulo.

Leia Também:  Governo Federal lança Estratégia de Busca Ativa de Casos de Hanseníase em 78 municípios brasileiros

O governador lançou ainda, durante a visita, o programa Brasil 200 – São Paulo Celebra o Bicentenário da Independência, sendo seu destaque a Agenda Bonifácio, plataforma online que concentrará atividades culturais do poder público e da sociedade civil relacionadas ao tema.

A programação cultural do Novo Museu do Ipiranga contará com mais de cem eventos.

Edição: Maria Claudia

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FOCO NAS NOTÍCIAS

FOCO ATUALIDADES

FOCO CIDADES

EMPREENDEDORISMO

CULTURA E EVENTOS

SAÚDE E BEM ESTAR

MAIS LIDAS DA SEMANA