BRASÍLIA

FOCO NAS NOTÍCIAS

Sensibilidade dental

Publicados

FOCO NAS NOTÍCIAS


source
Sensibilidade dental
Freepik.com/Cookie_studio

Sensibilidade dental

A sensibilidade dental, também conhecida como sensibilidade radicular ou hipersensibilidade dental, é uma condição que aparece com bastante frequência nos dias de hoje. As pessoas com dentes sensíveis sentem dor sempre que bebem bebidas quentes ou frias. A mesma coisa acontece se eles respiram ar frio. É muito desconfortável e pode afetar qualquer pessoa.

O dente é constituído por uma coroa (parte visível) e uma raiz (implantada no osso maxilar). A coroa possui à sua superfície o esmalte, que recobre a camada mais interior chamada dentina. Quando o esmalte fica desgastado a dentina fica exposta. Esta apresenta canais dentinários desde a parte exterior do dente até ao nervo (polpa dentária). Quando os canais são estimulados por alterações de temperatura, certos alimentos ou outro tipo de agressões, podem originar dor de dente. 

O que causa sensibilidade nos dentes? As principais causas de sensibilidade dentária são as seguintes:

  • Cárie dentária, principalmente as situadas na raiz do dente, ou em zonas onde a espessura de esmalte é mais fina (colo do dente)
  • Dentes fraturados , o que acontece com maior frequência nos incisivos devido a traumatismos, provocando sensibilidade nos dentes da frente
  • Restaurações com infiltrações
  • Doença nas gengivas, que normalmente se inicia com inflamação
  • (gengivite)
  • Raiz do dente exposta devido a recessão da gengiva (gengiva desce)
  • Erosão ácida
  • Consumo frequente de bebidas gaseificadas ou de alimentos com acidez
  • Refluxo gástrico como bulimia
  • Esmalte dentário desgastado (dentes desgastados)
  • Bruxismo ( apertar ou ranger os dentes)
  • Mal oclusão (oclusão dentária incorreta);
  • Pasta dental abrasiva (principalmente pastas branqueadoras);
  • Técnica de escovação incorreta (movimentos incorretos e/ou com força excessiva);
  • Sensibilidade nos dentes após restauração (tubos dentinários que foram expostos e respondem com dor a esta alteração, normalmente temporária);
  • Sensibilidade nos dentes após clareamento ou branqueamento dental
Leia Também:  Cientistas mostram preocupação com possível nova variante do zika

Que tipos de tratamentos existem para a sensibilidade dentária? Tudo se resume a situação neste momento específico. Dependendo da situação, o dentista começará com coisas como creme dental dessensibilizante. Este é o método mais simples que ajudará a bloquear a dor. Não é tão caro obter esse tipo de pasta de dente e, como não é abrasivo, ajuda a manter os dentes em ótima forma sem grandes problemas.

Leia Também

O dentista também pode aplicar flúor nas áreas sensíveis. O flúor ajuda a aumentar o poder do esmalte dos dentes e também diminui a dor. Às vezes, a raiz exposta pode ser tratada simplesmente colocando um pouco de resina adesiva nos serviços de raiz sensíveis. Mas este é um procedimento que pode causar um pouco de dor, então pode ser necessário um anestésico local.

Se as coisas forem muito complicadas, o dentista optará por um enxerto cirúrgico de gengiva. Isso acontece se a raiz do dente perdeu muito tecido da arma. O procedimento ajuda a reduzir a sensibilidade geral e também protege as raízes expostas. 

Ainda assim, existem casos em que a sensibilidade dental não regride após os tratamentos descritos, o que pode implicar tratamentos mais invasivos, como o tratamento do canal. Em casos mais graves pode ser necessário efetuar a extração do dente.

Leia Também:  Reajuste linear de 5% a servidores custaria R$ 6,3 bilhões neste ano

Como cuidar em casa a sensibilidade:

  • Manter uma boa higiene oral e utilizar uma escova de dentes mais macia, de modo a diminuir a abrasão durante a escovação e assim não lesar o esmalte. Deve-se complementar a higiene oral com a utilização de fio ou fita dental.
  • Usar uma pasta de dentes para dentes sensíveis formulada para ajudar a melhorar os sintomas evitando ao máximo pastas de maior abrasividade (branqueadores e antitártaro).
  • Além da escovação, e para aumentar o efeito dessensibilizante
  • das pastas indicadas para sensibilidade dental, deve-se aplicar diretamente a pasta sobre o dente ou dentes com sensibilidade, com o auxílio de um cotonete ou do próprio dedo passar levemente a superfície do dente. Muitas vezes, deste modo consegue-se um alívio imediato da sensibilidade dentária.
  • Complementar a escovação com produtos com fluor, ou bochechos, que feitos diariamente promovem a remineralização do esmalte, travando de alguma forma o seu desgaste.
  • Cuidados na alimentação, evitar alimentos e bebidas ácidas ou gaseificadas, demasiado quentes ou demasiado frias (geladas).
  • No entanto, que estes procedimentos em casa devem sempre ser efetuados sob orientação do Dentista, que deve ser o responsável pelo diagnóstico e tratamento
Fonte: IG SAÚDE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

FOCO NAS NOTÍCIAS

Inmet emite alerta de risco à saúde por conta de frio intenso

Publicados

em

Por

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta de riscos à saúde devido à queda brusca de temperatura em algumas regiões do país. Ao todo, 11 estados e o Distrito Federal estão na zona de perigo. O aviso teve início às 10h55 de hoje (18) e segue até as 23h de sexta-feira (20).

De acordo com o alerta, as temperatura devem permanecer 5ºC abaixo da média pelo período de 3 a 5 dias.

O Inmet recomenda que, em caso de necessidade, as pessoas entrem em contato com a Defesa Civil, pelo telefone 199.

Previsão

A massa de ar polar, vinda do sul do Brasil, chegou hoje ao Distrito Federal que registrou mínima de  8,7°C, durante a madrugada. As temperaturas devem cair ainda mais nos próximos dias, podendo chegar a 4ºC amanhã, segundo previsão do Inmet.

Defesa Civil

Baixas temperaturas em Brasília. Baixas temperaturas em Brasília.

Baixas temperaturas em Brasília., por Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em comunicado, a Defesa Civil do Distrito Federal cita o alerta de perigo à saúde e dá orientações à população com relação ao frio:

Leia Também:  Lançada a rota turística Via Liberdade

– Tenha especial atenção com crianças, idosos e pessoas doentes;

– Mantenha-se agasalhado. Proteja também as extremidades do corpo, use toucas e luvas;

– Beba bastante líquidos;

– Evite manter os ambientes muito fechados. Mantenha sua casa e local de trabalho limpos e arejados. Previna-se contra doenças respiratórias.

– Procure agasalhar seu animal de estimação. Considere o uso de roupas de proteção. Abrigue o em relação ao vento. Forre adequadamente o local de dormir;

– Seja solidário. Doe agasalhos e cobertores para quem precisa. Carregue, se possível, esse material no carro;

– Se precisar permanecer ao ar livre, proteja-se do vento.

Edição: Lílian Beraldo

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FOCO NAS NOTÍCIAS

FOCO ATUALIDADES

FOCO CIDADES

EMPREENDEDORISMO

CULTURA E EVENTOS

SAÚDE E BEM ESTAR

MAIS LIDAS DA SEMANA