BRASÍLIA

GERAL

Da Cidade Maravilhosa para o Quadradinho 

Publicados

GERAL

Por Ricardo Perju Em outubro, entrevistei o até então Gerente de Recepção e Hospedagem da Rede Windsor de Hotéis, Leonardo Monteiro. Ele tem uma grande vivência na hotelaria, aproximadamente 18 anos. Atendeu artistas internacionais, nacionais, chefes de delegações, príncipes, etc. Convivi com o Leonardo por um tempo na rede carioca. Foi meu chefe imediato, meu gerente e, por muitas vezes, um grande conselheiro e amigo. Ele extraiu de mim todo o meu melhor,com a sua forma de gerenciar, que por muitas vezes me deixava um tanto sem entender, mas me deixou como produto, um profissional apto para tomada de decisões, mesmo que imediatas (quem é hoteleiro sabe o quão necessário isso é). Eu fui o primeiro recepcionista a atendê-lo na sua primeira visita ao hotel. Quando começamos a trabalhar juntos, o recepcionei como um hóspede, e enquanto fazia entrevistas, logo após o atendi na sua apresentação à equipe.  Leonardo traz na bagagem uma vida de bastante luta, por ter sido criado em uma família humilde, em uma comunidade da Zona Oeste do Rio de Janeiro, mas isso não o definiu, ele olhou em uma outra perspectiva, seguiu em frente e foi perseverante. Me interessei pela sua história logo quando se apresentou para toda equipe; foi feito um treinamento sobre atendimento de luxo e ele aproveitou para contar um pouco de sua história. Luxo e gestão compõe o seu forte, aquilo que ele domina. Uma das partes que mais me interessou, foi pelo falo dele ter de acordar mais cedo, para ver se estaria acontecendo algum tiroteio, e se tivesse, deveria esperar passar, para então seguir caminho para o trabalho. Aquela história era muito diferente da realidade de onde eu vivia, então, logo me motivou em diversos aspectos. Outra parte que me chamou bastante atenção, foi quando ele começou sua vida laboral entregando material de limpeza pelo Rio de Janeiro, ali eu me vi, me submetendo a situações onde por necessidade, por independência, por vontade, era necessário passar. Logo após, foi para o Exército Brasileiro passando o período de 1 (um) ano, o qual ele diz que foi um dos piores de sua vida – e podemos imaginar. Após o exército, participou do processo seletivo para uma vaga de Auxiliar de Serviços Gerais, em um dos hotéis mais conhecidos e luxuosos do mundo, o Copacabana Palace, onde tudo começou. Essa experiência foi como um grande desafio em sua vida e ele seguiu em frente. Passou por diversas áreas nesse incrível hotel, um total de 10 promoções, até chegar à chefia dos Mordomos, onde pôde servir, com excelência, as grandes personalidades deste mundão, com todas as suas peculiaridades. Suas histórias na hotelaria até aqui, foram também contadas nos programas do Jô Soares e da Fátima Bernardes, quando foi entrevistado por eles. Em sua história relata que passou por diversas situações, afinal, hotelaria e rotina não fazem parte da mesma frase, nunca! O Rio de Janeiro foi um passo de sua grande jornada, mas o destino o trouxe até Brasília, quando foi convidado para implantar um hotel, que logo depois, o tornou: Gerente-Geral. Passando por alguns hotéis, o tão sonhador gerente, chegou à rede Windsor de Hotéis, que por ironia do destino, também é carioca. Com todo seu carisma, foi ganhando espaço para trazer ideias, como: viabilizar novamente o serviço de Guest Relations / Concierge, que estava na “geladeira” por um tempo. A priori, era apenas um teste, mas que foi dando certo ao longo do tempo. Vi esse projeto se implantando desde o início, quando eu ainda fazia parte dos funcionários da casa. Ele me colocou para ficar responsável, juntamente a outra colega, quanto essas demandas dos hóspedes VIPs. Era/é um serviço personalizado, o qual trazia mais conforto e mimos para os habitués, clientes que já eram acostumados a se hospedar no hotel. A luta do Leonardo não parou por aí, e ele sonha, até hoje, em alcançar voos maiores, chegando à Diretoria de um hotel. Não duvido nada que chegará lá. A hotelaria é inspiradora, é um mundo de opções, é muito além daquilo que a gente possa imaginar. Tem todo um staff, têm diversos procedimentos, têm bastante alinhamento, estratégia, tudo, para que você e sua família se sinta em casa, sempre! E para os colaboradores… Há possibilidade de crescimento, tanto pessoal, quanto profissional! O intuito do Jornal Capital em Foco é esse: mostrar que nem só de funcionalismo público Brasília é composta, e, sim, também, de pessoas que escolhem outras formas de viver e serem felizes em seus ofícios. O Jornal Capital em Foco agradece o Leonardo Monteiro pela participação dessa edição, e por nos motivar com a sua história inspiradora.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Foco nas dicas! O que faz um detetive particular?
Propaganda

FOCO NAS NOTÍCIAS

FOCO NAS NOTÍCIAS – Governo Federal institui Programa de emprego e capacitação voltado para mulheres e jovens.

Publicados

em

Foto: Presidente Jair Bolsonaro e a Deputada Federal Celina Leão/PP

Foto: Deputada Federal Celina Leão/PP

O presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou em cerimônia no Palácio do Planalto, nesta quarta-feira (4), Medida Provisória que institui programa voltado à inserção e à manutenção das mulheres e jovens no mercado de trabalho e Decreto que visa criar 100 mil novas vagas de aprendizagem profissional e contribuir para melhorar a qualificação e a empregabilidade dos jovens. A ação faz parte do Programa Renda e Oportunidade (PRO), uma série de medidas lançadas pelo Ministério do Trabalho e Previdência para alavancar a retomada do emprego e da economia no País.

O ministro do Trabalho e Previdência, José Carlos Oliveira, destacou os 2 milhões e 700 mil novos empregos criados em 2021 no Governo do presidente Jair Bolsonaro, “o maior número dos últimos 10 anos. E somente no primeiro trimestre de 2022 já são mais de 600 mil novos empregos e podemos sonhar que até o final de 2022 a gente consiga superar todas as expectativas”.
O novo programa cria uma série de medidas para impulsionar as boas práticas na promoção da empregabilidade das mulheres, como a flexibilização do regime de trabalho, a qualificação em áreas estratégicas para ascensão profissional e apoio a mulheres no retorno ao trabalho após a licença maternidade. Ao grupo feminino, a MP prevê a implementação de várias medidas de apoio à parentalidade na primeira infância – via reembolso creche ou a liberação de valores do FGTS para auxílio no pagamento de despesas e manutenção ou subvenção de instituições de educação infantil pelos Serviços Sociais.
Será ainda incentivada a flexibilização do regime de trabalho dos pais após o término da licença maternidade, para apoio às mulheres no retorno ao trabalho nesse período, tais como a implantação do regime de tempo parcial e compensação de jornada por meio de banco de horas, além da jornada de 12 horas trabalhadas por 36 horas ininterruptas de descanso, quando a atividade permitir, além da antecipação de férias e flexibilização do horário de entrada e de saída.
O programa foca na empregabilidade das mulheres, especialmente aquelas que sofrem impacto direto da maternidade – até os cinco anos de idade dos filhos – no que se refere à capacidade de inserção, permanência e progressão no mercado de trabalho. Também institui o “Selo Emprega + Mulher”, para promover nas empresas a adoção de boas práticas na contratação, ocupação de postos de liderança e a ascensão profissional de mulheres.

Foto: Deputada Federal Celina Leão/PP

Na solenidade de assinatura foi convidada a discursar pelo Presidente da República, Jair Bolssonado, a coordenadora da Bancada Feminina da Câmara dos Deputados, a deputada federal, Celina Leão. Em seu discurso Celina Leão, a deputada quebrou o protocolo e iniciou cumprimentando as mulheres presentes, a primeira dama Michelle Bolsonaro.

Leia Também:  Foco nas lives Especial! Dia Internacional dos Resíduos Sólidos

Em seu discurso, a parlamentar Celina Leão, ressaltou que , em sua legislatura, aprovou 162 leis voltadas às mulheres (algumas ainda tramitando no Senado).  Jair Bolsonaro sancionou 66 delas, ato nunca feito antes por outro presidente. Sancionando inclusive, leis de autoria de deputadas da oposição, reconhecendo o trabalho da bancada feminina sem discriminação.

“A medida provisória, revoluciona a questão de como o Estado olha a parentalidade responsiva, situações onde o homem também poderá desfrutar da licença maternidade, saque do FGTS para pagamento de creche entre várias outras ações progressistas. “, afirmou Celina Leão.

Foto: Deputada Federal Celina Leão/PP

Para os jovens, o programa busca aumentar as oportunidades de formação e de inclusão produtiva do adolescente e do jovem por meio da aprendizagem profissional. Foram criadas 100 mil novas vagas de aprendiz e foi instituído o Projeto Nacional de Incentivo à Contratação de Aprendizes, por meio do qual as empresas participantes terão benefícios para regularizarem o cumprimento da cota de aprendizagem, com uma estimativa de contratação de 250 mil adolescentes e jovens ainda este ano.
Também foram estabelecidas medidas para incluir mais adolescentes e jovens vulneráveis na aprendizagem, com prioridade para o público do Auxílio Brasil, adolescentes em acolhimento institucional, aqueles provenientes do trabalho infantil, entre outros. A MP e o Decreto trazem ainda medidas para melhorar a formação do aprendiz e para integrar a aprendizagem profissional ao novo ensino médio da rede pública de ensino, contribuindo para que os adolescentes e jovens permaneçam na escola enquanto são qualificados e ingressam no mercado de trabalho. A MP amplia também o prazo máximo da aprendizagem de dois para três anos e cria incentivos para que as empresas efetivem os aprendizes em contratos de trabalho por tempo indeterminado após a conclusão do programa de aprendizagem.

Leia Também:  Foco no Comércio! Confiança dos empresários de serviços cresce 7,3 pontos em julho

Fonte: ascom Ministerio do trabalho e previdência

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FOCO NAS NOTÍCIAS

FOCO ATUALIDADES

FOCO CIDADES

EMPREENDEDORISMO

CULTURA E EVENTOS

SAÚDE E BEM ESTAR

MAIS LIDAS DA SEMANA