BRASÍLIA

RESPONSABILIDADE SOCIAL

Mãe: cadê meu pai?

Publicados

RESPONSABILIDADE SOCIAL

Charles Bicca lança livro sobre Abandono Afetivo na 19ª Bienal Internacional do Livro Rio Depois de lançar em Brasília, o próximo destino do advogado é o Rio de Janeiro, na próxima sexta-feira, 30 de agosto na maior feira literária “Mãe: cadê meu pai?”, essa é uma pergunta que muitos filhos fazem as suas mães. São filhos que sentem no cotidiano a ausência da figura paterna. Não tem um pai que sequer lhes dê um bom dia, que se preocupe com suas atividades escolares, esteja presente nos momentos difíceis, em momentos felizes ou em datas especiais. São filhos que sentem a falta do nome do pai na certidão de nascimento, e/ou das que possuem o nome “apenas na certidão”, mas que jamais tiveram um pai na vida real. E onde está o pai? Para responder a essa pergunta, enxugar o choro ou até mesmo acolher aqueles que sofrem a desproteção, há oito anos, o advogado Charles Bicca criou uma comunidade virtual chamada “Abandono Afetivo” e ali diariamente acolhe, orienta e dialoga, com mães e filhos vitimados pela ausência do pai. Sabe-se que muitas mães também podem abandonar, mas no grupo liderado por ele, os que mais abandonam são os homens. Toda essa vivência foi consolidada em seu mais novo trabalho que será lançado no estado do Rio de Janeiro nesta sexta, 30 de agosto, na 19ª Bienal Internacional do Livro: “Mãe: cadê meu pai?”, pela Editora OWL. Em uma linguagem menos técnica e mais acessível ao leitor, a obra foi narrada como um embarque pelo trem da vida, em busca da paternidade responsável, e assim dividido em estações, obra está dividida em três partes principais. O primeiro trajeto descreve um pouco da história do Movimento Abandono Afetivo, a busca de soluções para o abandono de filhos no Brasil, o forte impacto do abandono na vida dos filhos e o seu alto custo social. No segundo trajeto, traz oito histórias reais de abandono, selecionadas no grupo Abandono Afetivo. Uma experiência inédita, para tirar da invisibilidade essas pessoas e levar o leitor a compartilhar junto com elas um pouco desse triste flagelo social. E no terceiro aborda sobre os programas de combate ao abandono, legislação, projetos, algumas possíveis soluções e uma conversa final, com pais e mães, sobre paternidade responsável e, principalmente, sobre o que podemos fazer para ajudar essas crianças e adolescentes. Charles Bicca comenta que esse livro é uma oportunidade de dar voz às famílias que sofrem as consequências do abandono, mas também um convite à esperança e solidariedade, para provocar as mudanças necessárias, tanto sobre o contexto jurídico, mas reforçar a urgência da paternidade responsável. Sobre Dr. Charles Bicca Advogado há 28 anos, especialista em Direito da Família, Direito Penal e Processual Penal. É autor do livro Abandono Afetivo – O dever do cuidado e a Responsabilidade Civil por Abandono de Filhos e coautor do livro Pedofilia – Repressão aos crimes de violência sexual contra crianças e adolescentes. Na internet, lidera a maior comunidade virtual do movimento contra o abandono de filhos e de proteção à criança e ao adolescente desde o ano de 2012. Atualmente é presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, do Adolescente e Juventude da OAB-DF. Informações: www.abandonoafetivo.org . Serviço Lançamento do livro “Mãe: cadê meu pai” – Charles Bicca Data: 30 de agosto de 2019 (sexta-feira) Horário: 19h Local: 19ª Bienal Internacional do Livro | Pavilhão verde – Stand s-70 (The books) Endereço: Riocentro, Avenida Salvador Allende, 6.555, Barra da Tijuca – Rio de Janeiro/RJ

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Foco na solidariedade!
Propaganda

RESPONSABILIDADE SOCIAL

FOCO NA RESPONSABILIDADE SOCIAL – Neoenergia Brasília forma e contrata 30 mulheres eletricistas

Publicados

em

 

Até o final do ano, serão 250 vagas ofertadas para formação de profissionais pela escola de eletricistas

Brasília, 27 de abril de 2022 – Na manhã desta quarta-feira (27/4), ocorreu a formatura de mais uma turma da escola de eletricistas da Neoenergia Brasília, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), em Taguatinga. Ao todo, já foram formados 86 profissionais para o mercado de trabalho em todo o Distrito Federal. Destes, 55 já foram contratados e 20 estão em processo de contratação para o quadro de colaboradores da Neoenergia Brasília, sendo 45 homens e 30 mulheres, ampliando a equidade de gênero também nas áreas técnico-operacionais da distribuidora.

Apenas nas turmas de abril, foram formados 40 profissionais, entre homens e mulheres. São quatro turmas concluídas e a próxima terá início nesta quinta-feira (28/4), com previsão para formar mais 25 novos eletricistas. Até o final do ano, serão 250 novas vagas ofertadas com expectativa de contratação até o primeiro trimestre de 2023.

Além de fomentar a geração de emprego e renda no Distrito Federal, a iniciativa objetiva ampliar a oportunidade de uma nova profissão para mulheres, contribuindo, principalmente, para a equidade de gênero em profissões majoritariamente masculinas. Além disso, a escola possibilita que, depois da formação, as alunas possam integrar o quadro de colaboradores da empresa, de empresas parceiras ou atuar em outras empresas no mercado. A expectativa é formar turmas com no mínimo 35% de participantes do sexo feminino.

Leia Também:  Vencendo o Câncer!

“A Neoenergia Brasília acredita que fortalecer o mercado de trabalho da capital federal, promovendo a equidade de gênero e a ampliação da força de trabalho feminina é um importante papel social da companhia”, destaca Frederico Candian, presidente da Neoenergia Brasília.

A escola oferece capacitação profissional gratuita, e pessoas com idade acima de 18 anos, ensino médio completo e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) podem se inscrever. Os cursos têm ênfase em redes de distribuição de energia elétrica e as aulas são divididas em duas etapas, começando pela parte teórica, em formato remoto, e finalizando com as aulas práticas presenciais, em campos de postes, seguindo os protocolos de saúde e segurança.

VAGAS – Em maio, novas turmas serão abertas e as inscrições poderão ser feitas a partir do próximo dia 9 de maio. As inscrições para a escola de eletricistas e para as demais vagas disponíveis na empresa podem ser feitas pelo site da Neoenergia Brasília: https://www.neoenergiabrasilia.com.br/Paginas/oportunidades-de-emprego.aspx

ESCOLA DE ELETRICISTAS – O projeto é realizado pelas distribuidoras do grupo Neoenergia desde 2019 e já capacitou mais de 4 mil alunos nos estados da Bahia, de Pernambuco, do Rio Grande do Norte, de São Paulo e do Distrito Federal. Desse total, mais de 3 mil profissionais foram contratados pelas empresas do grupo. A iniciativa pioneira ao criar turmas para mulheres, a fim de promover a diversidade e a inclusão, é reconhecida como exemplo global de um dos Princípios de Empoderamento das Mulheres pelo WeEmpower, programa da ONU Mulheres junto à Organização Internacional do Trabalho (OIT) e à União Europeia, para estimular boas práticas das empresas.

Leia Também:  FOCO NA SOLIDARIEDADE -A semana do Secretariado - Capital em Foco.

PÍLULA DE SEGURANÇA NEOENERGIA BRASÍLIA – Fio energizado no solo representa um grande perigo para quem passa na rua. Se encontrar um fio partido não se aproxime, isole a área e ligue para a central de teleatendimento 116 da Neoenergia Brasília.

 

Fonte: EGNEWS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FOCO NAS NOTÍCIAS

FOCO ATUALIDADES

FOCO CIDADES

EMPREENDEDORISMO

CULTURA E EVENTOS

SAÚDE E BEM ESTAR

MAIS LIDAS DA SEMANA