BRASÍLIA

SOCIEDADE

Livro Ética Sócio Ambiental

Publicados

SOCIEDADE

Mara Cristina Vilas Boas, Maria Fernanda Kauling, Daniel Arantes e Maurício Dziedzic, são autores da obra “ÉTICA SOCIOAMBIENTAL”, lançando este ano, pela editore Manole. Precisamente no capítulo 23, que os autores acima apresentam suas contribuições, voltando-se àqueles que buscam entender e aplicar conceitos de gestão hídrica, e cujo fio condutor passa pelo contexto histórico, legal e social, não se aprofundando no conceito (o que os outros capítulos fazem com maestria, resultando em uma obra rica e atual). Portanto, o livro “Ética Socioambiental”, ao abordar e ter implicações sobre distintas áreas de conhecimento envolve ciências sociais e humanas, em conjunto com outras ciências relacionadas com a complexidade e o entendimento da ética e seu desafio. Trazendo conhecimento e reflexões desenvolvidos e conduzidos por grupos de várias instituições do país e do exterior, as atenções deste livro estão distribuídas em três partes: Perspectivas teóricas para uma ética socioambiental; Não humanos na ética socioambiental; e Território, equidade e justiça ambiental.
A obra traz conhecimento gerado por estudos e pesquisas, que provoca reflexões e oferece perspectivas em torno de valores que norteiam as relações humanas com a natureza e os seres vivos não humanos, no contexto de processos de desenvolvimento que envolvam equidade e justiça ambiental. Pretende-se, assim, contribuir para a formação de profissionais da área, pesquisadores, docentes, estudantes e gestores públicos, preparando-os para conciliar equidade social, ecologia, desenvolvimento intergeracional em suas diferentes práticas e aplicações. O livro encontra-se disponível para venda no site: https://www.livrariaflorence.com.br

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Foco nas lives! Webinar – Brasil na jornada de transformação
Propaganda

SOCIEDADE

FOCO HOMENAGEM -Dia do Publicitário – 01 de fevereiro

Publicados

em

A data celebrando o dia do Publicitário no Brasil, existe desde 1966 após o Decreto nº 57.690, aprovar a Lei nº4.680, de 18 de junho de 1965, que estabelece o exercício da profissão de publicitário, bem como o de agenciador de propaganda.

O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária – CONAR, é o órgão que fiscaliza e controla os direitos e deveres deste profissional.

A importância do Publicitário vai além das propagandas veiculadas, tendo em vista que por trás de tudo que é visto e ouvido, há um ser que é criativo, planeja, cria e desenvolve ações que são para o mercado e sociedade, de extrema relevância.

Fonte: calendarr.com/unisantanna.br
Foto: Pinterest

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Foco na responsabilidade social! A quem recorrer para conseguir direitos básicos no dia a dia?
Continue lendo

FOCO NAS NOTÍCIAS

FOCO ATUALIDADES

FOCO CIDADES

EMPREENDEDORISMO

CULTURA E EVENTOS

SAÚDE E BEM ESTAR

MAIS LIDAS DA SEMANA